urlvisit

Cristina Ferreira sobre a SIC: "Houve um projeto que acabou por não ser aquilo que imaginei"

"Cheguei aqui com um carro emprestado do meu pai e a ganhar 500 euros"
Cristina Ferreira celebra o aniversário em festa de luxo... e até tem direito a gelado exclusivo!
Festa do 43.º aniversário de Cristina Ferreira
Cristina Ferreira na SELFIE
Cristina Ferreira camaleónica: recorde os vários looks da apresentadora

A Diretora de Entretenimento e Ficção da TVI, Cristina Ferreira, abriu o coração, no regresso à antena do canal de Queluz de Baixo.

No regresso à antena da TVI, Cristina Ferreira concedeu uma entrevista reveladora no "Jornal das 8". Um dos temas abordados foi a saída polémica da SIC. A comunicadora fez questão de esclarecer que sempre foi "muito bem tratada" no canal de Paço de Arcos.

"Não tenho nada a dizer da SIC. Fui muito feliz lá e há pessoas da SIC que me vão ficar presentes para o resto da vida. Só que há um projeto para o qual eu fui que acabou por não ser exatamente como eu o tinha imaginado. Eu costumo dizer que a minha SIC foi o 'Programa da Cristina'. Para além disso, não houve nada mais. Eu entrei, também, com funções, para as quais nunca fui muito chamada, até porque todos nós temos formas de trabalhar e cada um dirige as suas equipas e usa os seus ativos da forma que entender", explicou Cristina Ferreira.

A atual Diretora de Entretenimento e Ficção da TVI mostra-se de consciência tranquila por ter rompido o contrato com a SIC. "Em primeiro lugar, tive conversas anteriores em que demonstrei o que estava a sentir. [...] Depois, no tempo em que lá estive, dei o melhor de mim. Dei tudo à SIC, mas, a partir do momento em que surge esta oportunidade, e, vivendo em liberdade, cada um faz as suas escolhas", acrescentou.

Devido à rescisão unilateral do contrato, a SIC exige a Cristina Ferreira uma indemnização de 20 milhões de euros, uma quantia que "não tira o sono" à apresentadora: "Isso vai ser tratado em sede própria, mas trata-se de um número sem qualquer fundamento e encontro-me salvaguardada juridicamente. Estava lá uma indemnização estipulada no contrato e eu sei que vou pagar. O resto... trataremos em tribunal, se for caso disso."

Veja, agora, na íntegra, a entrevista de Cristina Ferreira, no "Jornal das 8".