Cristina Ferreira confessa: "Nunca me senti feliz por ver a TVI perder"

"Cheguei aqui com um carro emprestado do meu pai e a ganhar 500 euros"
Festa do 43.º aniversário de Cristina Ferreira
Cristina Ferreira camaleónica: recorde os vários looks da apresentadora
Cristina Ferreira na SELFIE

A Diretora de Entretenimento e Ficção da TVI, Cristina Ferreira, abriu o coração, no regresso à antena do canal de Queluz de Baixo.

No regresso à antena da TVI, Cristina Ferreira concedeu uma entrevista reveladora no "Jornal das 8". A atual Diretora de Entretenimento e Ficção do canal caracterizou a TVI como uma "estação que existe há muitos anos, com muita gente" e que Cristina Ferreira pretende, agora, renovar, com a mesma energia que o canal teve toda a vida.

"Nós somos a televisão da família. Foi isso que me fez regressar. Eu [na SIC] sentia-me emigrante. Eu saí da TVI a saber que voltava. Não sabia era quando. Nem sabia em que moldes é que iria voltar. Mas sabia que voltava. E eu senti-me emigrante, porque fui à procura de alguma coisa mais, de melhores condições, talvez, de um mundo novo, mas, depois, faltavam-me as pessoas. [...] Quando surgiu esta oportunidade, não pensei duas vezes. Os meus estavam aqui. Os meus amores estavam aqui", afirmou a apresentadora.

"Gostei muito de ganhar, mas nunca me senti feliz por ver a TVI perder", confessou Cristina Ferreira.

Neste regresso à TVI, a comunicadora volta não só como apresentadora, mas também como Diretora e acionista, com 2.5% da Media Capital, o que implicou um investimento de um milhão de euros. "São as minhas poupanças, é o meu dinheiro", garantiu Cristina Ferreira.

"Este é o meu projeto final profissional. Eu não vou para mais lado nenhum. É aqui que vou ficar até ao fim dos meus dias", assegurou, ainda. 

Veja, agora, na íntegra, a entrevista de Cristina Ferreira, no "Jornal das 8".