Sofia Cerveira desabafa sobre a morte do pai: "Ausência que me levou um pouco do coração"

Sofia Cerveira na Selfie
Como Gonçalo Diniz e Sofia Cerveira se conheceram
Gonçalo Diniz antes de conhecer Sofia Cerveira: «Eu era um pinga-amor»
Sofia Cerveira vive férias de sonho no Algarve
Gonçalo Diniz e Sofia Cerveira celebram segundo aniversário da filha

A apresentadora Sofia Cerveira contou como tem convivido com as saudades do familiar, que faleceu há dois meses.

Fez esta segunda-feira, dia 7, dois meses desde que o pai de Sofia Cerveira faleceu, vítima de cancro, aos 76 anos. Para assinalar a data, a apresentadora decidiu prestar uma sentida homenagem ao progenitor, através do Instagram.

"Como viver sem os nossos mais queridos por perto? O que fazer às memórias, que palpitam no peito a toda a hora? A tantas memórias e recordações? É preciso... tempo! E, no meu tempo, cá vou aprendendo a gerir esta ausência, que me levou um pouco do coração. Meu amor mais doce, meu porto seguro, meu querido pai", começou por escrever Sofia Cerveira, na legenda de uma fotografia, na qual surge ao lado do familiar.

A apresentadora explicou, ainda, que a presença do pai continua a ser bastante intensa: "Tem sido um caminho interior de muita fé e, graças a ela, sinto-o muito comigo! Até parece que o oiço. Um pouco por todo o lado, mantém-se presente em mim. Mas, e aquele seu abraço aconchegante? As nossas mãos dadas? Estes olhinhos verdes (iguais aos meus)? Sinto a falta de lhe dar um beijinho e ficar com a boca a saber a perfume! Ríamos tanto!".

"Hoje [segunda-feira, dia 6 de julho], faz exactamente dois meses que o meu herói partiu. O meu grande Mestre. Mas, por incrível que pareça, o meu amado pai está, hoje, mais presente que nunca!", terminou Sofia Cerveira.

Veja, agora, a imagem de Sofia Cerveira com o pai, na galeria de fotografias que preparámos para si.