urlvisit

Manuel Luís Goucha questiona André Ventura: "Vivo com um homem há 21 anos. Odeia-me?"

Goucha questiona André Ventura se a homossexualidade o incomoda
André Ventura: «Todos os dias recebo ameaças de morte»
André Ventura: «Estamos há anos a pagar um sistema podre e corrupto»
«O André Ventura cavalga entre o descontentamento das pessoas»
André Ventura: «Eu sou punido pelas coisas que digo»

André Ventura esteve à conversa com Manuel Luís Goucha, no programa conduzido pelo apresentador, tendo sido questionado sobre a posição que assume perante a comunidade LGTB.

O líder do "Chega" foi o primeiro candidato presidencial a conversar com Manuel Luís Goucha, no novo programa da tarde da TVI, tendo sido confrontado com os mais variados temas que marcam a atualidade, bem como com as posições controversas que adotou no decorrer do percurso político.

Muitas vezes retratado como "homofóbico" - por parte de críticos da comunidade LGTB, bem como por adversários políticos, ou por internautas - André Ventura deparou-se com a seguinte questão de Manuel Luís Goucha: "Como sabe, vivo com um homem há 21 anos, sou casado, odeia-me? Isto incomoda-o? Inquieta-o?"

"Nada, mesmo. Aliás, penso que já me entrevistou noutros momentos, e nunca notou em mim nenhum incómodo, pelo contrário, é evidente a admiração", respondeu, prontamente, o líder do "Chega".

Porém, a resposta mereceu o seguinte reparo do apresentador: "Eu sou o Manuel Luís Goucha. Sou um nome com alguma relevância na comunicação social. E se eu não fosse quem sou?"

"É indiferente, é a mesma coisa. Eu disse isto, penso que à LUSA, e acredite que é verdade: muitos dos meus amigos são homossexuais. Das pessoas mais inteligentes que conheci, algumas delas são homossexuais. Tenho um enorme respeito pela orientação sexual dos outros. Nunca me ouviu dizer, nem ouvirá dizer, que os homossexuais, ou outras comunidades, são menos pessoas do que os outros", respondeu o candidato.

André Ventura foi, em seguida, questionado sobre a posição perante o casamento homossexual, tendo assegurado que "apenas defende um enquadramento jurídico diferenciado".

(Re)veja esta e outras declarações do candidato presidencial, nos vídeos da entrevista.