urlvisit
EXCLUSIVO

Pedro Alves revela reação do público a Bino

Ator Pedro Alves na SELFIE
Estreia de "Festa é Festa"
Apresentação da novela "Festa é Festa" à imprensa
As primeiras imagens da novela "Festa é Festa"
Apresentação da novela "Festa é Festa"

A SELFIE acompanhou as gravações de "Festa é Festa", no dia em que a comissão de festas foi à TVI. Pedro Alves, que dá vida a Bino, contou como está a correr este desafio.

O que acontece na cena que gravaram?
Eu - o Bino -, a São, o Tomé e o Padre Isidro viemos aos "Somos Portugal" ver e escolher as bandas que vão participar na nossa festa. Foi isso que viemos, aqui, fazer à TVI. 

Então, vamos ter festa?
Claro! Com uma comissão de festas um bocadinho sui generis, porque são basicamente três pessoas a organizar sob o comando de uma outra. Portanto, está aqui tudo para correr mal. 

O que nos pode adiantar sobre esta personagem que ainda não se saiba?
Eu acho que o Bino é claro como a água. Acho que toda a gente percebe o Bino. Acho que toda a gente já se cruzou com um Bino na vida [risos]. Seja no mundo político, da construção, no dia a dia. O Bino é aquele rapaz que faz as manobras dele para conseguir os objetivos que tem. Em casa, tem uma mulher que não lhe liga, uma secretária que passa a vida a mandar-se a ele, portanto, ele está sempre em constante negação para tudo o que lhe acontece. Basicamente, as coisas que ele faz na política, aquelas trafulhices, são a melhor parte do dia dele. 

E como têm reagido as pessoas quando se cruza com elas na rua?
[Risos] Chamam-me presidente. Finalmente, fiquei com a sensação do que é ser presidente de alguma coisa. As pessoas chamam-me presidente e Bino. Tenho tido um feedback muito bom, muito positivo. Toda a gente está a gostar imenso da novela. Todos nós [atores] estamos muito bem, mas particularmente falam que gostam de mim… Como é a primeira novela que faço, o pessoal não estava preparado para aquilo que podia ser o meu desempenho. Nem eu próprio estava, mas está a correr tudo bem. 

Estava preparado para as reações das pessoas na rua?
Eu já tive outros projetos que tiveram alguma exposição, basicamente a diferença que noto, desta vez, é que o leque de pessoas abrangidas é muito maior. A faixa etária é muito maior [risos]. Consigo agradar aos pequenos, aos grandes e aos mais velhos ainda! É engraçado as pessoas abordarem-me dessa forma: "Ó Presidente! Ó trafulha" [risos]. Rio-me sempre, como devem imaginar…

De todo o elenco, qual é a personagem preferida?
Não tenho personagem favorita. Gosto de todos, de igual forma. Acho que estamos todos a ter uma performance e um trabalho afincado. Nota-se que toda a gente está a gostar muito do que está a fazer. Gosto muito da minha contracena com o Tomé [Pedro Teixeira], das minhas cenas com a minha mulher, a Florinda, porque a Ana Brito e Cunha faz aquilo de uma maneira exímia e que a mim próprio me provoca algo do género: "Rapariga, reage!". Acho que todas as personagens têm um grande recorte e conseguem todas elas sobressair e, ao mesmo tempo, nenhuma sobressair mais do que as outras. Se calhar as personagens em que reparo mais são aquelas que têm contracena direta comigo e, aí, acho que está toda a gente muito bem, mesmo!

Lá em casa, acompanham a novela? O que te têm dito?
Sim, toda a gente acompanha a novela. Toda a gente gosta de ver porque têm o Pedro a fazer uma novela e é aquele formato que nunca me tinham visto a fazer. Tem sido uma aventura muito gira!

Quem é o seu maior fã e o seu maior crítico?
Maior fã… acho que não tenho assim nenhum nome que possa dizer. Agora, a maior crítica é sempre a minha mulher. Fã não consigo mesmo dizer um, em particular. Tenho sempre muito boas reações. A coisa que acho mais engraçada é quando amigos me mandam vídeos dos filhos a dizer: "Ó Binooo! Lava os olhos com água benta!" [risos]. São estas coisas que vou recebendo e que me vão enchendo o coração!