Quero é Viver

"Não és preta, para os brancos": Rita Pereira muda de visual, sofre "ataque" e responde à letra!

A atriz Rita Pereira decidiu transformar o look e adotar um penteado com rastas, uma mudança que tem causado alguma polémica.

Com o fim das gravações de "Quero é Viver", Rita Pereira decidiu adotar um novo look, surgindo, agora, com rastas. Apesar de ter recebido muitos elogios, a atriz, de 40 anos, não escapou de algumas críticas, sendo, inclusivamente, acusada de apropriação cultural.

"Tu não és preta, para os brancos. Vocês nunca vão ser pretos, nunca, e nunca vão saber o que é ser preta, principalmente aqui, em Portugal. Pelo fato de gostares da nossa cultura, e de ela fazer parte dos teus laços, não és preta e nem vais ser. E por seres tão privilegiada por ser branca, consegues cantar esta letra e meter na Internet como se nada fosse. Aliás, quem fez a letra foi a mesma coisa", apontou, por exemplo, uma internauta que ainda criticou a canção "Filha da Tuga", interpretada por Irma, música com a qual Rita Pereira revelou o novo look e cujo um dos versos é: "Sou branca, para os pretos/ para os brancos, sou preta."

Sem conseguir ficar indiferente, Rita Pereira respondeu-lhe à letra: "Mas quem disse que sou preta para os brancos?! Estou a cantar, não estou a dizer que sou a letra desta música. Não sou preta, eu sei, nunca o serei, eu sei, mas admiro a cultura, vivo a cultura desde que nasci, defendo e respeito. Não entendo realmente este ataque, mas sinto-me tranquila com as minhas atitudes e, se um dia errar, tenho muitos amigos e família pretos para me dizerem. Obrigada."

Recorde-se que Guillaume Lalung também já veio defender, publicamente, o novo look adotado por Rita Pereira.

Veja, agora, as imagens do novo look de Rita Pereira, na galeria de fotografias que preparámos para si.

Relacionados