Instagram

Cristina Ferreira deixa mensagem emotiva: "Tenham medo, mas vão, na mesma"

Através do Instagram, a Diretora de Entretenimento e Ficção da TVI, Cristina Ferreira, deixou uma mensagem emotiva a todos os seguidores.

Na reta final de 2021, Cristina Ferreira decidiu recorrer ao Instagram para deixar uma reflexão emotiva. "E, assim, se passou um ano. Rápido. Não tenho por hábito fazer balanços, nem perspetivar o futuro, que é agora que usufruímos das escolhas do passado e criamos o futuro. Seria fácil falar sobre o quanto perdemos com a célebre pandemia e do quanto isso nos alterou a vida, mas prefiro falar da festa. E não é porque os atores da novela da TVI fazem parte desta edição [da revista Cristina]. É porque nos esquecemos, muitas vezes, do privilégio que é viver", começou por afirmar a apresentadora, de 44 anos.

"Vivam, em liberdade e humor. Divirtam-se com uma birra de um filho, uma noite mal dormida ou uma negativa num teste. Escrevam-lhe uma carta, como o Pedro Teixeira. Zanguem-se com o vosso ou a vossa companheira e façam as pazes, no fim. Celebrem o amor. Vistam-se de gala para um jantar normal, numa terça-feira, em casa. Cantem no caminho para a casa da sogra. Por algum motivo, ela faz parte da vossa vida. Comam uma bifana quando vos apetecer. A lembrar as 06:00 horas, à saída de uma discoteca, quando eram mais novos. Cortem o cabelo e mudem de emprego. Tenham medo, mas vão, na mesma. Façam pela vossa vida. Não há melhor sentimento do que o da superação", aconselhou, ainda, Cristina Ferreira.

No final da mensagem, a Diretora de Entretenimento e Ficção da TVI deixou, ainda, uma reflexão sobre o papel do Pai Natal: "É um gajo do caraças. Anda de mãos dadas com Deus, nosso senhor o ano todo, e aparece, na noite mais escura, para nos dar luz para seguirmos viagem. Às vezes, deixamos de acreditar nele. Porque crescemos e alguém nos diz para enfrentarmos a realidade. Como se a realidade não pudesse ser um castelo da Disney. Encantado. No dia em que percebemos que o Pai Natal só significa amor, que está sempre lá, mesmo quando não desce da chaminé, aí o presente está no sapatinho. Desembrulhem-no. Rasguem o papel. Mas não deixem de agradecer. Mesmo que sejam umas simples meias. É que, às vezes, faz frio na aldeia. E sempre podem aquecer as memórias."

Veja, agora, algumas das melhores imagens de Cristina Ferreira, nas galerias de fotografias que preparámos para si.

Relacionados