urlvisit

Cláudio Ramos faz revelação inesperada: "Respirei fundo e, dois segundos depois, aceitei"

As melhores imagens de Cláudio Ramos na SELFIE
Cristina Ferreira é surpreendida por Cláudio Ramos e Joana Barrios e momento torna-se viral!
Cláudio Ramos vacinado contra a Covid-19: veja as imagens!
Cláudio Ramos na SELFIE
Leonor, filha de Cláudio Ramos, na SELFIE

O apresentador Cláudio Ramos recorreu ao Instagram para partilhar uma novidade que deixou os seguidores rendidos.

Foi através do Instagram que Cláudio Ramos surpreendeu os fãs, ao anunciar que, em breve, irá lançar uma autobiografia. "Quando me chamaram para a reunião, não imaginava o que iria sair dela. Não sonhava que a proposta era desafiadora. 'Cláudio, conta-nos a tua história!' Assim, nos primeiros minutos, com uma folha em frente, um desafio e as razões para ele. Respirei fundo e, dois segundos depois, aceitei, sem pensar muito bem no resto. Disse, apenas, que não queria pressões, datas, nem obrigações de entrega. Concordámos. Já fez um ano desde este desafio e acabei esta semana aquela que será a primeira parte de uma história que, seguramente, é igual ou parecida com a de muitos que um dia a vão ler, muitíssimo diferente da maioria e, seguramente, em muitos aspetos o oposto do que julgam"; começou por contar o apresentador, que tem 47 anos.

"Está longe de estar terminada, mas meter no papel tantas coisas poupou-me muitos euros em terapia e roubou-me muitas horas de sono. Com este desafio, apenas tenho o objetivo de ficar. Ficar na vida da minha filha, das minhas sobrinhas, dos meus netos, se os tiver, de amigos que me querem de verdade. Ficar na memória deles e de quem me segue com vontade. Um dia, vão entender muitas coisas e conhecer, no papel, pessoas, emoções, situações que me fizeram chegar onde sempre fui esperado… embora não se saiba nem o lugar, nem o fim da história", acrescentou Cláudio Ramos.

O comunicador confessou que se sente "fisicamente cansado de escrever": "Não há idade para se escrever uma biografia. Sou até aonde o livro chegar e serei muito mais (espero eu) de páginas em branco. Mas o que fiz para aqui chegar já enche de esperança o caminho de muitos a quem, como eu, foi vaticinado um fim antes do começo. Estou fisicamente cansado de escrever, mas emocionalmente feliz por perceber que a escrita é a forma mais apaixonada de nos levar. Levar seja para aonde for. Aos lugares onde fomos felizes, invertendo o provérbio popular que diz que não o devemos fazer, e visitar, em forma de catarse, os espaços onde fomos, profundamente, infelizes."

"Não sei quando o vou ter na mão. Queria apenas dividir convosco a alegria de ter chegado ao fim de uma espécie de primeiro ato", completou.

Veja, agora, algumas das melhores imagens de Cláudio Ramos, nas galerias de fotografias que preparámos para si.