SIC

Filho mais velho de Maria João Abreu desabafa: "Apanhei Covid-19, no dia em que a minha mãe faleceu"

O ator Miguel Raposo recordou alguns dos momentos mais marcantes do seu percurso pessoal, inclusive o dia do falecimento da mãe, a atriz Maria João Abreu.

No próximo dia 13 de maio, completa-se um ano desde o falecimento de Maria João Abreu. E, numa entrevista intimista, concedida a Daniel Oliveira, no programa "Alta Definição", Miguel Raposo, filho mais velho da atriz, recordou esse dia difícil, no qual o ator, de 36 anos, acabou por testar positivo para a Covid-19.

"Apanhei Covid-19, no dia em que a minha mãe faleceu. Passei muitos dias sozinho no meu quarto", começou por afirmar Miguel Raposo.

O artista não hesitou em definir esses dias como "tenebrosos". "No entanto, procurava memórias e histórias que tinha tido com ela e eram maravilhosas. Era uma confirmação de que tive sorte, que fui privilegiado e tive a melhor mãe do mundo", acrescentou.

Apesar da coincidência infeliz de ter estado infetado com Covid-19, Miguel Raposo acredita que, na verdade, precisava de estar sozinho, nos dias posteriores ao falecimento da mãe. Aliás, o ator considerou que até foi bom não ter marcado presença no funeral: "Não estar lá, com todo aquele mar de gente, com coisas boas, obviamente, também foi bom. Deu-me espaço para ficar resguardado e para lidar com a minha dor."

Recorde-se que Miguel Raposo é fruto do casamento - terminado em 2008 - de Maria João Abreu com José Raposo. O ex-casal tem, ainda, mais um filho: Ricardo Raposo, de 29 anos.

Relacionados