urlvisit

Família real britânica despede-se do príncipe Philip

Família real britânica despede-se do príncipe Philip
Milhares de flores em honra do príncipe Philip
Morte do príncipe Philip: rainha Isabel II sente "um enorme vazio"
Tiros de canhão e sinos que tocaram 99 vezes: as homenagens ao príncipe Philip
Príncipe Carlos emociona-se com homenagens ao pai, o príncipe Philip

A realeza britânica deu o último adeus ao príncipe Philip, numa cerimónia fúnebre restrita a 30 pessoas da família real, por causa da pandemia Covid-19.

Realizou-se este sábado, dia 17, o funeral do príncipe Philip, que faleceu no passado dia 9 de abril. Antes de a cerimónia se iniciar, às 15:00 horas, a rainha Isabel II chegou ao recinto do Castelo de Windsor, para o começo do cortejo fúnebre, que contou com a presença dos filhos mais velhos do Duque de Edimburgo, o príncipe Carlos e a princesa Ana. Atrás do jipe, que transportava o caixão do príncipe Philip, estavam, também, os restantes filhos, os príncipes André e Eduardo, para além dos netos William e Harry.

À entrada da Capela de São Jorge, do Palácio de Windsor, cumpriu-se um minuto de silêncio e, depois, iniciou-se a cerimónia. Por causa da pandemia Covid-19, o funeral privado esteve restrito a um grupo de 30 pessoas.

Terminada a cerimónia, a rainha Isabel II foi a primeira pessoa a sair da capela. No interior do Palácio de Windsor, após a missa, o príncipe Harry caminhou ao lado do príncipe William e de Kate Middleton

O corpo do Duque de Edimburgo ficará sepultado no jazigo real da Capela de São Jorge do Palácio de Windsor. 

Recorde-se que os presentes usaram trajes civis, uma solução que quebra o protocolo, mas que foi necessária para evitar uma situação incómoda, visto que o príncipe Harry, que deixou de representar a família real e já não tem os títulos honoríficos, seria o único membro do núcleo mais próximo que não usaria um uniforme militar.