Após polémica, Jussie Smollett é eliminado do final da temporada de "Empire"

As imagens da polémica detenção de Jussie Smollett
Jussie Smollett brutalmente agredido em ataque homofóbico e racista

O ator da série "Empire" foi detido depois de as autoridades o acusarem de ter apresentado uma denúncia falsa na sequência de agressões racistas e homofóbicas.

Após a polémica, as consequências do ato de Jussie Smollett já se fazem sentir. Além dos problemas com a justiça, o ator viu o seu personagem ser afastado do final da temporada de "Empire", numa decisão da FOX, produtora da série.

Entretanto, também houve notícias de discussões no set de gravações, aquando da última presença de Jussie Smollett, com os colegas indignados com a situação. Recorde-se que muitos deles se manifestaram publicamente solidários com o ator aquando da agressão e se sentem, agora, enganados.

Em causa está o episódio em que Jussie Smollett relatou às autoridades que foi espancado por dois homens que, enquanto gritavam insultos racistas e homofóbicos, despejaram uma substância desconhecida sobre ele e lhe enrolaram uma corda ao pescoço.

Durante a investigação os dois irmãos nigerianos acusados de atacar o ator, que integraram a equipa da série "Empire", disseram à polícia que foram pagos para o atacarem.

Se for condenado, Jussie Smollett pode passar de um a três anos na prisão, informou a polícia de Chicago, que revelou que o ator planeou o ataque, porque estava "insatisfeito" com o salário na série.

"O ator de 'Empire' Jussie Smollett aproveitou a dor e a raiva do racismo para promover sua carreira. Smollett pagou 3.500 dólares (cerca de três mil euros) para encenar esse ataque e, no processo, arrastar a reputação de Chicago pela lama", afirmou o superintendente Eddie Johnson.

Veja as imagens do ator após ter sido libertado depois de pagar uma fiança.