EXCLUSIVO

Pêpê Rapazote fala sobre "Na Corda Bamba": "A contracena com a Dalila Carmo tem sido fundamental"

Igor Pires
Pêpê Rapazote fala sobre "Na Corda Bamba": "A contracena com a Dalila Carmo tem sido fundamental"
"Na Corda Bamba": Rodrigo Trindade tece rasgados elogios a Pêpê Rapazote e Dalila Carmo
Apresentação da novela "Na Corda Bamba"
Dalila Carmo e Pêpê Rapazote já estão na Madeira a gravar a nova novela da TVI
Dalila Carmo na Selfie

Em exclusivo, o ator Pêpê Rapazote contou alguns detalhes sobre a sua personagem na novela "Na Corda Bamba".

No decorrer da apresentação da próxima grande aposta da TVI, "Na Corda Bamba", Pêpê Rapazote falou em exclusivo à Selfie sobre a personagem que interpreta na novela, Pipo: "O Pipo forma um casal com a Lúcia [interpretada por Dalila Carmo]. Ele é filho único (os pais morreram quando ele era novo), andou nas tropas especiais, foi segurança... E, ao longo da vida, foi alimentando o sonho de ter uma família. E é assim que a história começa, com a vontade deste casal de ter uma família, o que não é possível da forma mais tradicional, e é assim que eles decidem formar uma família sui generis...".

"O Pipo acha que é um homem justo, faz cobranças difíceis. Considera-se um homem com princípios. Aliás, esta é uma família muito conservadora. O Pipo acha que os filhos devem estudar e tirar cursos sólidos, no meio da loucura toda que é esta família", acrescenta o ator.

Para Pêpê Rapazote, a contracena com Dalila Carmo tem sido fundamental para a construção da personagem: "O que eu tenho feito deste Pipo tem resultado muito da minha convivência e da minha contracena com a Dalila Carmo. É fundamental. As duas personagens vivem numa constante 'corda bamba'. Se um diz mata, o outro diz esfola. Se um estraga, o outro conserta. Eles são um casal unido".

"Na Corda Bamba" tem estreia marcada para amanhã, na TVI. Além de Dalila Carmo e Pêpê Rapazote, o elenco é composto por nomes, como Alexandra LencastreMaria João Bastos, Nuno Homem de Sá e Margarida Vila-Nova

Veja o vídeo com a entrevista na íntegra.