SELFIE SMILE

Tudo o que precisa de saber sobre aparelhos dentários invisíveis

Prof. Doutor João Espírito Santo
Médico Dentista
Prof. Doutor João Espírito Santo

São várias as razões que levam à necessidade da colocação de um aparelho dentário e vão muito além da estética. Entre as situações mais comuns estão o prognatismo, retrognatismo, dicção e fonética, espaçamento entre os dentes, dentes desalinhados, mordida aberta, mordida profunda (pode causar irritação ou problemas nas gengivas e desgaste nos dentes inferiores), distúrbios no maxilar e uma má oclusão dentária (maneira como os dentes se relacionam entre si).

O aparelho dentário invisível é, hoje em dia, uma excelente alternativa, visto que, além da vantagem estética, elimina a necessidade de utilização dos materiais habitualmente associados aos aparelhos, como brackets, arcos metálicos ou elásticos.

O que são?

São um conjunto de placas transparentes, removíveis, feitas à medida, a partir de um programa informático. Este software permite ao ortodontista fazer um planeamento virtual em três dimensões (3D) no qual é possível visualizar a maneira como os dentes se vão movimentar durante a totalidade do tratamento, bem como visualizar o resultado final. Por outras palavras, consegue-se perceber, desde logo, como vai ficar o sorriso do paciente mesmo antes de se iniciar o tratamento.

Como é realizado o tratamento?

Para se atingir o resultado pretendido, durante o tratamento, a pessoa vai trocando, sob a supervisão do ortodontista, sequencialmente as placas transparentes, conforme o problema que levou à necessidade da utilização do aparelho vai regredindo, até a sua correção estar finalizada.

Quem pode fazer este tratamento?

Estes aparelhos podem ser utilizados por crianças, adolescentes e adultos.

Quais as vantagens?

Estes aparelhos, que devem ser usados 24 horas por dia, sendo retirados apenas para se comer e no momento de higienização, têm várias vantagens quando comparados com os aparelhos convencionais, como:

- É transparente, o que poderá levar a pessoa a sorrir e a comunicar com mais confiança;

- É removível;

- É mais confortável, porque foi criado para se ajustar perfeitamente aos dentes da pessoa e porque não tem peças metálicas que irritem a boca;

- Etc.

Quanto custa?

Um dos mitos associados ao uso de aparelho dentário é o de que este tipo de tratamento é muito dispendioso e demorado. Nada mais errado!

Com a evolução da tecnologia, bem como das técnicas de Medicina Dentária, este tipo de tratamento é agora bem mais célere e eficaz, exigindo menos consultas e permitindo obter resultados excelentes num curto espaço de tempo. Além disso, atualmente, existem no mercado vários seguros de saúde que ajudam a amenizar o custo do tratamento, bem como diferentes opções de pagamento.

Prof. Doutor João Espírito Santo
Médico Dentista