Big Brother

"Big Brother - Desafio Final". Pedro Guedes sobre Ana Barbosa: "Santo marido que ela deve ter"

O modelo Pedro Guedes abriu o coração, em conversa com Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz, sobre a participação no "Big Brother - Desafio Final", da TVI, e não deixou nada por dizer.

Pedro Guedes, terceiro classificado do "Big Brother - Desafio Final", da TVI, marcou presença no programa "Dois às 10", da passada terça-feira, dia 7.

O marido de Kelly Baron falou sobre a prestação no reality show da estação de Queluz de Baixo, recordando, nomeadamente, um momento de tensão que viveu com Ana Barbosa.

"Acho que a Ana tem muito coisa, dentro dela, que tem de ser ela a resolver. Santo marido que ela deve ter", começou por dizer o modelo, antes de se focar na zanga.

"Fiquei em choque. Primeiro, a Ana vinha muito nervosa da festa. Já não dormia há uns dias. Senti que já não dormia há muito tempo. Ela não dormia, ia para cama, deitava-se e, pouco tempo depois, já estava de pé", contou.

"Eu, às vezes, dizia assim: 'Ana, descansa um bocadinho.' E ela dizia: 'Nada disso.' Eu pensava assim: 'Esta miúda não está a descansar nada.' Não queria saber de descanso, estava ligada à máquina", continuou.

"Na festa, a Ana começou a gritar comigo, houve uma situação, que aconteceu antes, que ela achava que era eu, e não tinha sido. Depois, entrou no quarto, chateou-se com o Leandro, depois chateou-se com o Nuno Homem de Sá. Falou da religião do Nuno, quase que entraram em choque e, depois, veio ter comigo. E eu já estava na cama. 'Esta miúda está descompensada', pensei. Só pensava na família dela, nos amigos dela, na minha família, nas pessoas que estão a ver o programa. Quando disse: 'Está o teu marido lá fora, a minha mulher, a verem', ela disse: 'Não chames o meu marido.' Eu só queria dizer que eles estavam a ver, não estava a chamar ninguém. Ela 'explodiu'. Foi a pior noite. Nunca tive um ataque de pânico, tive nessa noite. Às quatro da manhã, levantei-me e fui ao confessionário pedir ajuda. Não sei o que tinha. Tenho 43 anos e nunca tinha tido uma coisa destas, na minha vida", lamentou.

Ana Barbosa também trabalhou, no passado, enquanto modelo. Por esse motivo, os dois já se conheciam.

"Tinha trabalhado com a Ana e sabia que ela era intensa. Os rapazes ficavam todos intimidados. Quando entrou e a vi a fazer as coisas do dia a dia, pensei que não deve ser fácil. Mas, pronto, podia ser ela a querer jogar, como eles diziam. Ela é assim no dia a dia e eu não sou. A minha vida é tão boa, nem sei explicar a alegria que sinto em viver", terminou.

Sobre Nuno Homem de Sá, que protagonizou algumas discussões com Gonçalo Quinaz, dentro da "casa mais vigiada do país", Pedro Guedes revelou que se tratava de jogo, defendendo o ator.

"O Nuno é o maior. mas, por isso, ficava ansioso, porque sabia que estava a fazer coisas. Ele dizia-me que tinha de ser assim, que o programa vivia disso", recordou.

"Olhava para o Nuno e via uma pessoa com experiência. Foi pai muito jovem, assumiu, quando podia ter os sonhos todos dele... uma pessoa, quando é assim, não pode ser má pessoa. Quando tem esse amor, na vida, nunca vai ser má pessoa. Eu sabia que ele estava a fazer as coisas no sentido em que a televisão queria isso. O facto de o Nuno ser ator [ajudou], ele trabalha com as emoções. Eu via, quando ele estava a fazer as coisas, em personagem. Pensava: 'Fogo, como é que ele consegue fazer isso?'", disse.

Por fim, o irmão de Ricardo Guedes confessou que pensou em desistir do "Big Brother - Desafio Final".

"Foi complicado, logo ali na primeira semana, ver as pessoas a chatearem-se umas com a outras, a trazerem assuntos de fora, já terem chatices uns com os outros. Afetou-me, aliás, acho que, desde que entrei na casa, até ao último dia, não consegui dormir uma noite", afiançou.

"Mal cheguei, pensei: 'O que é que estamos aqui a fazer? A minha estratégia foi pensar assim… comecei logo a olhar para porta. Pensei, claro [em desistir]. Pensei que não era aquela energia que eu queria ter para mim, muito menos para as pessoas que me conhecem e que gostam de mim, sabem que não é isso que eu almejo na minha vida", rematou.

Veja, agora, o vídeo da entrevista que Pedro Guedes concedeu a Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz, no programa "Dois às 10".

Relacionados