Big Brother

Carlos Costa sai em defesa de Edmar e critica Joana do "Big Brother": "Tirem-na de lá, o quanto antes"

Carlos Costa manifestou-se, nas redes sociais, a propósito de alguns dos últimos acontecimentos no "Big Brother - Duplo Impacto", protagonizados por Joana e Edmar.

  • 18 mar 2021, 11:31

O cantor mostrou-se sensibilizado com a história de Edmar, que, recentemente, em lágrimas, falou sobre a intolerância do pai relativamente à homossexualidade: "[Ele estava] com medo do sofrimento que a mãe poderá vir a passar, devido à pressão que o pai exerce sobre ela, tendo em conta o facto de o filho ser gay e de, ainda por cima, estar na televisão."

Carlos Costa apontou o dedo à atitude de Joana, relativamente ao momento delicado: "A nossa querida Joana 'beta' disse, rapidamente, qualquer coisa como 'não querias, ficasses em casa'. Mas, depois, corrigiu, porque percebeu que era sério."

"É importante que sejamos sensibilizados para este tipo de assunto. Isto é real, é reality, não é fake show, como a nossa querida Joana e outros nos oferecem todos os dias: teatro show", acrescentou.

"Por amor de Deus, tirem esta Joana. Porque, mais uma vez, numa situação tão delicada como esta, revelou ser a parvinha que é. Eu olho para ela e já só lhe vejo defeitos. Já não lhe vejo qualidades. Tirem-na de lá, o quanto antes. E que fique em último", disse.

Em seguida, após algumas reações de fãs da concorrente, Carlos Costa deixou a seguinte mensagem: "Para os fanáticos da Joana. [...] Não mudo a minha opinião, acho é que vocês deviam rever a vossa, porque, se concordam com aquele tipo de atitudes, alguma coisa está errada. Também, recebi algumas mensagens a dizer 'mas ela já é finalista', como quem diz 'o que é que interessa aquilo que dizes, se ela já é finalista'. Tem de haver um vilão, o lobo mau, para ir até ao fim, nos reality shows. Nunca perceberam? Às vezes, o vilão chega a ganhar, inclusive. [...] Não deixa de ser o lobo mau que está a ser odiado cá fora", referiu.

Veja o vídeo.

Relacionados