urlvisit

Nuno Markl lamenta morte: "Vamos todos sentir a falta dele"

Nuno Markl na SELFIE
Nuno Markl aumenta a família
Vídeo: beijo na boca entre Nuno Markl e Bruno Nogueira leva fãs às lágrimas... de tanto rir
Nuno Markl: "Decidi entrar na aula de ginástica em cuecas"
Nuno Markl: "Fiz o Robert Downey Jr. dar um salto na cadeira"

Nuno Markl usou as redes sociais para lamentar a morte de Quim, o cão da mãe do radialista, que considerava "mais um membro da família".

"Foi a segunda perda canina que sofremos, em menos de um ano", começou por escrever Nuno Markl, numa publicação que realizou na página oficial de Instagram, na passada segunda-feira, dia 12.

Em maio do ano passado, ficámos sem a Uva", recordou o locutor da Rádio Comercial, que ainda sofre com a ausência da cadela Uva, antes de partilhar a história de Quim, o cão da mãe de Nuno Markl.

"O Quim nem sempre foi Quim. Antes de a minha mãe o adotar, quem o recolhera antes baptizara-o de King. Foi a minha mãe que achou que a devida adaptação a Quim era mais adequada ao pequeno rafeiro branco de ar vivaço. Mal ela sabia que Quim seria, de facto, um rei - tratado como tal, e senhor de uma postura altiva e confiante, inteligente a um ponto em que achámos todos que, um dia, iria começar a falar, tal a maneira como parecia perceber tudo o que lhe era dito, nuances incluídas", contou o radialista, explicando que o animal, "rijo como todos os rafeiros", já tinha 17 anos e sofreu, nos últimos anos, "uma terrível e súbita acumulação de sofrimento: cegueira, surdez, dores, demência."

"A minha mãe perdeu um companheiro incrível, que esteve lá em tantos momentos em que o resto da família não pôde estar. Vamos todos sentir a falta dele, embora felizes pela vida que viveu e a maneira serena como adormeceu, pela última vez", continuou Nuno Markl.

"As cinzas do Quim juntam-se às da Uva no maravilhoso terreno da Associação São Francisco de Assis, em Cascais, organização exemplar a cuidar com carinho de todos os animais. Eles estão connosco de forma mais fugaz do que desejaríamos, mas talvez seja para que possamos dar o nosso afeto a vários, durante a nossa vida", pode ainda ler-se na emotiva publicação, que soma mais de 42 mil "gostos" e inúmeras mensagens de apoio, por parte dos seguidores do radialista.