urlvisit

Iury arrasa Joana Diniz e reage a polémica no "Big Brother": "Há tantas formas de brincar... só conhece essa?"

Anuska «destrói» Joana Diniz: «Perdeste a tua dignidade por 10 mil euros»
Anuska mete um «travão» em Joana: «Tu a mim, não me falas assim»
Anuska não perdoa Hélder: «Toda a gente faz dele um palhaço»
Anuska censura Hélder: «Há brincadeiras que têm limites»
Anuska condena atitudes de Hélder: «Trata-se de respeito!»

A ex-concorrente do "Big Brother 2020" Iury Mellany recorreu às redes sociais para comentar um dos momentos mais marcantes da última gala do "Big Brother - Duplo Impacto": o confronto entre Anuska, Hélder e Joana Diniz.

A ex-concorrente do reality show da TVI Anuska participou na última gala do formato, para confrontar Hélder e Joana Diniz. A irmã de Iury sentiu-se "desrespeitada" pelo comportamento do concorrente de Santa Maria da Feira, com quem mantinha uma relação. Anuska, também, não gostou de ver Joana Diniz a fingir que queria envolver-se com Hélder, sabendo da relação que existia. Um momento televisivo que não deixou ninguém indiferente, nem mesmo Iury que, agora, saiu em defesa da irmã.

"Se duas pessoas estão a começar a construir algo, deve começar, primeiramente, pela amizade, que é a base de tudo! E se existe, ou existia, uma aproximação especial - que era notável e, até, alvo de brincadeira por parte de todos os concorrentes na casa - como é que é possível tanta falta de consideração? Por isso, quem falta ao respeito é o homem que tinha a ligação, sim! Mas não é o único! Não vamos desculpar todos os envolvidos e culpar apenas o óbvio! Não vamos cancelar apenas o óbvio e fechar os olhos aos outros intervenientes! Ele é 100% culpado, sim! Mas, repito.. não é o único! Porque respeito é universal e deve ser para todos os lados", começou por escrever.

"Agora, defenderem-se e protegerem-se, usando a desculpa de que não eram namorados? Não eram assumidos? Então? Para pessoas tão liberais, afirmam, agora, que é preciso um rótulo para haver empatia e respeito? Onde está o bom senso, os valores e o caráter? Só se houver um rótulo é que o respeito é válido? Então? Mesmo quando todos se aperceberam da ligação entre os dois?? Há mais pessoas que não estiveram bem nesta história e que estão a tentar escapar ilesas! Inclusive, há mulheres que são desconhecedoras do conceito de sororidade! Um mundo perfeito era um mundo onde houvesse união e cada mulher ajudasse a compor a coroa da outra... porque somos todas rainhas. Somos poderosas e, juntas, empoderamo-nos, ainda mais, umas as outras", continuou.

"Uma mulher que se apercebe de que existe algo entre duas pessoas e se insinua, provocando e seduzindo, mesmo que em forma de brincadeira, claramente, não é um exemplo desse conceito! Há tantas formas de brincar... porquê essa? Só conhece essa? Onde estava a consideração pelo que existia ou estava a ser construído? Obviamente, cada pessoa faz o que quer com o seu próprio corpo! Meu corpo, minhas regras! Cada pessoa é livre de fazer o que quer e tomar as atitudes que bem lhe apetecer! Até aí, é óbvio! Mas, também, não vamos usar isso como desculpa para o desrespeito! Já que uma coisa, também, é certa, como diz o velho ditado popular: 'O meu direito acaba onde começa o do outro'. Por isso, faço o que quero, sim, desde que não desrespeite, nem pise em ninguém. Até porque ninguém precisa de pisar, magoar, rebaixar, gozar, humilhar e, ainda, rir às gargalhadas por cima, para ser feliz", concluiu.

Assista, agora, a excertos do momento, em vídeo.