urlvisit

Conheça os concorrentes da nova edição do "Big Brother"

Ana Barbosa: «Comigo, é melhor andarem na linha»
João Ligeiro para «Big Brother»: «Não me deixe mais nervoso do que aquilo que já estou»
Maria da Conceição: «Adorava saltar de paraquedas com um homem agarrado a mim»
Lourenço Barcelos: «Sou transexual e estou aqui para abrir mentalidades»
António Bravo: «Sou descendente de um rei»
Rita Santos: «Quero mostrar que os novos concorrentes podem ser inteligentes»
Rafael Teixeira assegura: «Vou ser o inesquecível!»
Letícia é surpreendida pela avó
Joana Schreyer confessa: «Quando as pessoas falam demasiado, fico de muito mau humor»
Yennifer vê a sua entrada em risco
Rui Pinheiro: «Quero provar que a inteligência não se mede com primeiras impressões»
Bruno D’Almeida: «Nunca ninguém debateu comigo e saiu a ganhar»
Débora Neves não tem dúvidas: «Vou dar canal e ser implacável»
Aurora quer ser a detetora de mentiras da casa
Nuno Lopes: «Detesto perder!»
Ricardo Pereira está pronto para o maior voo da sua vida
Ana Morina já conviveu com a família real dos Emirados Árabes Unidos
Rui Baptista confessa ter namorado com três mulheres ao mesmo tempo
Ana Soares: «O saco de boxe é o meu melhor amigo»

Já começou a nova edição do "Big Brother". Na gala de estreia, Cláudio Ramos e Manuel Luís Goucha apresentaram - um por um - os 20 concorrentes que vão estar na boca dos portugueses, nos próximos meses.

Com perfis diferentes, origens completamente distintas e experiências de vida únicas, estes concorrentes prometem agitar a casa mais vigiada - e famosa - do país. Conheça-os:

Ana Barbosa, 42 anos, de Genebra (Suíça)

Na juventude, foi modelo, Miss e assistente em programas de televisão. Já adulta, decidiu ir viver para a Suíça, onde o primeiro emprego foi limpar escolas. Mas rapidamente foi subindo na carreira; como gosta de referir, "chegou ao topo". É casada e foi mãe aos 41 anos. A filha é uma bênção, para ela é o seu Pilar. "Sou uma mulher de guerra! Não tenho medo de nada". Destaca a organização como um ponto forte na sua vida. Diz ser uma líder nata e não entra para perder.

João, 26 anos, de Benavente

O João considera-se simpático, bem parecido, animado, comunicativo, bem-disposto, com muito sentido de humor e sorriso cativante. Precisa de um desafio motivacional, quer pôr as suas capacidades à prova. Foi jogador profissional de andebol no Sporting, mas teve de abandonar a carreira aos 19 anos, porque o pai teve um acidente e o João decidiu apoiar a família. O "Big Brother" é uma oportunidade para começar de novo.

Maria da Conceição, 50 anos, de Valongo

Trabalha numa fábrica de chamuças, é casada e tem um filho de 31 anos. Vive com a mãe, o marido, um dos cinco irmãos e alguns cães, que trata como filhos. Diz que a sua família é a sua "tribo". São muito unidos e protetores. Assume que toda a vida teve mau feitio, embora a mãe diga que está "melhorzinha". O marido diz que ela é louca, mas uma "louca saudável“. Assume-se como a verdadeira "mulher do norte", muito animada, respondona e engraçada.

Lourenço, 24 anos, de Albufeira

O Lourenço quer inspirar as pessoas. Está a acabar o 12.º ano e ajuda a mãe no restaurante. No futuro, adorava ser ator ou modelo. Diz ser explosivo, "sem paciência para pessoas burras" e diz que, para conseguir o que quer, "vai até à lua". No "Big Brother", garante que não vai passar despercebido e acredita que a sua participação fará história no mundo dos reality shows.

António, 31 anos, de Lisboa

Descendente do rei D. Pedro IV, uma vez que a sua trisavó era bisneta do monarca. É fascinado por reality shows e diz que sabe, exatamente, o que fazer para entreter os portugueses. Viveu na Austrália durante cerca de um ano e voltou para Portugal por causa da pandemia Covid-19. Adora viajar e conhecer pessoas diferentes. Apaixonado pela comunicação, diz ser observador, perspicaz e que tem muito mau feitio, quando as coisas não acontecem à sua maneira. Assume ser mandão e insistente. No "Big Brother", promete muitas gargalhadas, mas garante que a sua opinião assertiva também não irá faltar.

Rita, 25 anos, de Anadia

Diz que é uma comunicadora nata e, como tal, resolve tudo com as palavras. Não namora, porque não tem tempo. Na pandemia, trabalhou na apanha da framboesa, porque não gosta de estar parada e, assim, também ganhava dinheiro para comprar roupa. Gostou muito da experiência. Muito faladora, garante que, na casa, não vai passar despercebida.

Rafael, 27 anos, de Fafe

Tem a alcunha "Rafael Bogard" (inspirado no ator Humphrey Bogart], porque todos o acham um galã. Considera-se um pinga-amor, mas teve uma relação longa que só terminou recentemente. Foi paraquedista e a sua carreira terminou, após ter partido o pé. Foi campeão nacional de men's phisic overall, no ano passado. Atualmente, não está a competir. Diz ser extremamente focado, empenhado e competitivo.

Letícia, 27 anos, de Loulé

Fez uma pós-graduação em educação especial e ginástica acrobática de alta competição, durante muitos anos, mantendo-se ligada ao desporto. Foi na ginástica que se tornou uma pessoa focada e empenhada. Confessa ser convencida, muito segura de si e extremamente competitiva. Entra no programa para vencer. Adora a avó, que é grande fã do "Big Brother".

Joana, 24 anos, de Seixal

Trabalha numa loja de roupa. É muito vaidosa, tem muito cuidado com o cabelo, com o rosto e anda, sempre, maquilhada. Solteira, porque "não aparece ninguém de jeito". Sonha com um homem cuidador e amoroso, mas "que não seja colas". Acredita que carisma não lhe falta. Afirma que, quando as pessoas não a conhecem, a acham antipática e convencida, mas não percebe porquê.

Yennifer, 31 anos, de Oeiras

Garante ser muito bem-disposta e ativa. Não sabe estar quieta. Instrutora internacional, foi o próprio Beto Perez, "pai da zumba", que a convidou para fazer parte da equipa internacional. Já viajou por vários países e deu aulas a grandes públicos. Foi federada em atletismo, durante 10 anos. Adora competição e quer ser sempre melhor todos os dias. Diz estar quase sempre a sorrir e ter uma gargalhada contagiante.

Rui Pinheiro, 31 anos, de Valongo

Licenciou-se em Direito, em Coimbra, mas não via futuro no Direito e um amigo falou-lhe em ser hospedeiro de bordo. Tentou e entrou. Viveu no Qatar, durante quatro anos. Sempre gostou de exercício físico e decidiu tirar o curso de personal trainer. Por ter o corpo definido, quem não o conhece pensa que só sabe falar de ginásios e ficam surpresos porque, segundo ele, considera ter uma boa cultura geral. No "Big Brother", quer provar que as pessoas podem ter "físico e cérebro".

Bruno, 32 anos, de Castelo Branco

Cresceu entre Paris e Castelo Branco e estas duas realidades tão distintas vincaram-lhe a personalidade. Assume ser ativista e o seu ativismo pelos direitos humanos já o levou à Assembleia da República, onde discursou que se achava um privilegiado por ser homem, branco e com estudos. ,É também, uma voz ativa da causa LGBT. Considera-se muito inteligente. Estudou na Noruega e viveu na Indonésia. Diz que, até hoje, nunca ninguém entrou numa discussão com ele e "saiu por cima". 

Débora, 37 anos, de Cascais

Desde sempre que se imagina a entrar num reality show e afirma que este é o ano certo. Viveu um ano em Miami, a trabalhar em hotelaria como pós-formação. Divorciou-se, recentemente. "Foi doloroso, mas tornei-me ainda mais forte", afirma. Assume que vai conquistar pela personalidade. Diz ser muito sorridente e resiliente e quer aproveitar todos os minutos neste grande sonho que é o "Big Brother".

Aurora, 22 anos, de Matosinhos

Considera-se alegre, bem-disposta e diz que sorri com os olhos. Tem o nome de Aurora e, como explica, "o nome diz tudo". Recém-licenciada em Criminologia, é organizadora de marchas e de uma escola de Carnaval. Também é bailarina, mas quer mais, gostava de ser apresentadora de um programa de televisão. Terminou, recentemente, uma relação de sete anos e garante ser uma Aurora livre e renovada! No "Big Brother", promete ser uma animação e garante ter sempre resposta para tudo.

Nuno, 29 anos, de Paio Pires

É jogador federado de paddle. Para ele, tudo é uma competição e odeia perder. Desistiu de casar, depois de uma relação de dez anos. Tudo, porque se incompatibilizaram durante os preparativos para o grande dia. Considera-se uma pessoa ambiciosa e cumpridora. Diz ser de sorriso fácil, bem-disposto e muito organizado.

Ricardo, 28 anos, de Alverca

Divorciado, tem dois filhos, com quem vive semana sim, semana não. Os filhos têm sete e 11 anos e a relação com ambos é, segundo o próprio, "muito boa". Foi futebolista e interrompeu a carreira para ser pai, com 17 anos. Quando o casamento acabou, passou a dedicar-se mais a si próprio. Desde miúdo que tem a alcunha de "Pêra", por causa do seu apelido. Diz que tem muitas "amigas coloridas“, mas nunca apresentou uma namorada aos filhos.

Ana Morina, 44 anos, de Murtosa

Quer dar voz à igualdade e à emancipação da mulher. Defende que as mulheres têm tanto direito de ir atrás dos seus objetivos como os homens e que não são obrigadas a ficarem a tomar conta dos filhos em sacrifício dos sonhos. Licenciou-se, casou-se, teve um filho (que, agora, tem 16 anos), divorciou-se e foi aí que decidiu ir atrás do sonho de ser atriz. Viveu nos Estados Unidos da América e, posteriormente, no Dubai. No "Big Brother", diz que não se vai calar, mas "sempre com classe".

Rui Baptista, 31 anos, de Quinta do Conde

Foi futebolista no campeonato regional e foi comissário de bordo. Desde que o pai faleceu, há nove anos, decidiu cuidar da mãe e da avó. Adora animais, ler e escrever. Quer entrar no programa, para tentar dar um novo rumo à sua vida. Assume ser um homem com um coração grande e adorar comunicar.

Ana Soares, 30 anos, da Gafanha da Nazaré

É gestora de loja, mas já foi dançarina de dança de salão e competiu, durante dez anos. Hoje em dia, faz boxe e muay thai - começou a praticar, após o fim de uma relação, para descarregar energias. Adora motas. Diz que sabe colocar-se no lugar dos outros, mas, por outro lado, confessa ser teimosa, impulsiva e com pouca paciência. Assume que tem mau feitio. Tem poucos amigos e tem, ainda, menos amigas.

Fábio, 24 anos, de Alfragide

O Fábio diz não ter defeitos, nem conhecer a derrota. Muito competitivo, quer provar que, naquilo a que se propõe, é o melhor. Está solteiro, por opção. Confessa que raramente chora. O "Big Brother" é o maior desafio da sua vida e quer abraçá-lo de sorriso nos lábios.