Príncipe Harry fala sobre quarentena em Los Angeles: "Rimos até às lágrimas no chão"

A cumplicidade de Meghan Markle e príncipe Harry no primeiro compromisso oficial de 2020
Príncipe Harry quebra o silêncio após reunião com rainha Isabel II
Príncipe Harry recebeu Ed Sheeran em casa e não foi para falar de música
Meghan Markle e príncipe Harry regressam a Inglaterra
Príncipe Harry canta ao lado de Jon Bon Jovi

O príncipe Harry fez uma videochamada com algumas famílias que estão a tomar conta dos filhos doentes em casa, em tempo de pandemia covid-19, e acabou a fazer revelações surpreendentes.

O duque de Sussex mostrou-se, pela primeira vez, na nova casa em Los Angeles, para onde se mudou com a mulher, Meghan Markle, e o filho Archie, após abandonarem as funções de membros sénior da família real britânica.

Durante a videochamada, o filho mais novo da princesa Diana afirmou que se tem sentido "quase culpado" por estar a divertir-se com a família, em casa.

"Temos tido tanto tempo em família ao ponto de quase nos sentirmos culpados. Mas temos de celebrar estes momentos, quando estamos a rir até às lágrimas no chão", contou o príncipe Harry que, antes, tinha dirigido palavras de apoio e conforto às famílias que têm de lidar com doenças do foro psiquiátrico que participavam na videochamada: "Vocês são exemplos brilhantes,"

"É claro que haverá dias difíceis, não posso imaginar o quão difícil é para vocês. Ter um filho de 11 meses é suficiente", brincou o príncipe Harry, referindo-se ao pequeno Archie.

No final, o duque de Sussex aproveitou para deixar um apelo ao Governo britânico para que estes pais entrem na listas de pessoas "vulneráveis" na pandemia da Covid-19, para que possam ter mais facilidades de acesso a apoios sociais e a produtos alimentares.

Veja, agora, a conversa do príncipe Harry com as famílias em quarentena.