Comovido, Virgul confessa: "Ser pai é a melhor coisa desta passagem pela vida"

Igor Pires
Conta-me como és
Virgul entrevistado por Fátima Lopes no "Conta-me Como És"
Fernando Mendes no "Conta-me Como És"
Raquel Tavares no "Conta-me Como És"
Diogo Morgado no "Conta-me Como És"

O cantor Virgul foi o convidado do "Conta-me como És" deste sábado e fez revelações sobre o seu percurso pessoal e musical.

Virgul foi o convidado deste sábado, dia 15, do programa "Conta-me como és". O cantor abriu o coração numa conversa sincera com Fátima Lopes

Para além dos testemunhos de companheiros musicais e amigos, foi com as declarações da família que Virgul mais se emocionou.

Em primeiro lugar, a mãe de Virgul mostrou-se orgulhosa do filho: "O Bruno é um filho muito bom. É um excelente filho, cresceu aqui no bairro, podia ter seguido maus caminhos, mas não. Sempre seguiu os caminhos que nós lhe demos. É um excelente pai, gosta muito da filha, é muito dedicado. Desejo que sejas muito feliz, que continues a fazer aquilo de que gostas e, para o futuro, que arranjes uma esposa e me dês mais netos."

Muito surpreendido, Virgul descreveu a mãe como "uma guerreira" e afirmou que é a sua referência de vida. "Fico feliz por a minha mãe estar super feliz e por poder deixá-la feliz. É uma satisfação imensa quando sentes que o teu papel como filho foi cumprido, é o que quero passar agora para a minha filha, esses mesmos valores", acrescentou o cantor.

No decorrer da entrevista, ficou evidente que a relação de Virgul com o pai nunca foi pautada por muitos afetos. No entanto, o pai do cantor também quis deixar algumas palavras ao filho: "O Bruno desde pequeno foi sempre um artista, continuou sempre a cantar e a dar-nos alegria. Tem um talento que todos admiram e eu como pai também admiro. Desejo-te felicidades, que continues com a tua música e que nunca te falte nada. Muitos beijinhos meu amor, meu querido filho."

Logo de seguida foi a vez de a filha de Virgul surpreender o pai, o que deixou o cantor de lágrimas nos olhos. "Olá pai, tudo bem? Eu gosto muito de ti, de brincar contigo, de ir a muitos sítios contigo. Gosto muito das tuas músicas...Beijinhos!", disse a criança.

"A minha princesa...esta é a minha princesa. Ser pai mudou-me muito...termos a responsabilidade daquele ser faz-nos ser ainda mais sensíveis e atenciosos e temos de ter um sentido novo de responsabilidade. É a melhor coisa desta passagem pela vida. Ser pai não tem explicação, temos mesmo de ser", afirmou Virgul, quase no final da entrevista. 

(Re)veja a entrevista na íntegra.