"Com o coração nas mãos", jornalista Daniela Santiago alerta: "Portugal está uma balbúrdia"

Daniela Santiago

A jornalista Daniela Santiago fez duras críticas à forma como a população portuguesa está a encarar a pandemia de coronavírus.

Num vídeo partilhado no Facebook, no domingo, dia 29 de março, Daniela Santiago, correspondente da RTP em Madrid, contou que tomou a decisão de deixar a família em Portugal, para que os entes queridos fiquem em "porto seguro", apesar de frisar que, neste momento, ninguém está seguro. Recorde-se que Espanha é um dos países mais afetados com a pandemia de coronavírus.

A jornalista mostrou-se indignada com a forma como a população portuguesa está a encarar o covid-19. "Portugal, neste momento, está uma balbúrdia!", começou por desabafar Daniela Santiago.

De seguida, começou a exemplificar comportamentos que contrariam as indicações que têm sido veiculadas pelas autoridades de saúde: "Entrei num estabelecimento comercial para comprar um pão e uma empada para trazer e as pessoas andam a monte, não têm qualquer protecção, não mantêm a distância de segurança. [...] Nós portugueses somos uns moles. A pessoa que me atendeu na caixa não tinha luvas, não desinfetou as mãos, recebeu o dinheiro da pessoa que ia à minha frente, contou as moedas e a seguir pegou no meu pacote de pão, no pacotinho da empada e deu-me".

"É inacreditável, de facto, o à-vontade dos grupos de quatro a cinco pessoas que andam a passear na rua! Crianças no chão, no supermercado, com as mãos no chão e a levarem à boca... Depois, vão ter com os avós, não? Acho que está aqui uma irresponsabilidade extrema", terminou Daniela Santiago.

Veja, agora, o vídeo do desabafo de Daniela Santiago.