Internacional

Amber Heard acusa Johnny Depp de procurar droga nas partes intímas da atriz

Esta foi a primeira vez que Amber Heard falou, desde o início do processo por difamação levado a tribunal pelo ex-marido, Johnny Depp.

  • 5 mai, 22:07
Redação

Amber Heard, de 36 anos, e Johnny Depp, de 58, têm estado em grande destaque, nas últimas quatro semanas.

A atriz está a ser processada por difamação pelo ex-marido e o julgamento tem sido acompanhado por milhares de pessoas, através do canal Court TV, com a devida autorização da juíza, sendo já um dos processos mais mediáticos de sempre.

Agora, foi a vez de Amber Heard se sentar no banco dos réus do tribunal do condado de Fairfax, no estado da Virgínia. De acordo com a CNN Portugal, a ex-mulher de Johnny Depp emocionou-se várias vezes e contou que, nestas últimas semanas, tem revivido tudo o que viveu com o ex-marido. "Não tenho palavras para descrever o quão doloroso isto é", confessou a atriz.

Segundo a CNN Portugal, o primeiro episódio de violência cometido contra Amber Heard aconteceu porque a atriz se riu de uma das tatuagens do ex-marido. Nesse momento, A ex-mulher de Johnny Depp percebeu que o facto de não ter dado importância à "estalada" acabou por abrir um precedente com o ator.

"Os atos de raiva e violência começaram a tornar-se mais frequentes", contou Amber Heard.

Conforme a CNN Portugal, a dependência que o ator tinha de álcool e drogas só veio tornar as agressões mais intensas do que já eram e Amber Heard não se ficou pelas palavras, em tribunal. A ex-mulher do ator mostrou provas fotográficas e documentos médicos das alegadas situações de violência física. 

"Ele desmaiava no próprio vómito e perdia o controlo do corpo"

Na terça-feira, dia 3, de acordo com a CNN Portugal, a psicóloga especialista em violência interpessoal Dawn Hughes relatou alguns episódios de violência psicológica, física e sexual alegadamente praticados por Johnny Depp. 

Já na quarta-feira, dia 4, durante o depoimento de Amber Heard, a atriz garantiu que Johnny Depp a acusava de esconder droga e, segundo a CNN Portugal, o ator chegou a "fazer uma busca nas partes íntimas da atriz". 

Amber Heard reforçou, ainda, o facto do ex-marido perder o controlo do corpo e dos comportamentos que tinha sempre que se drogava ou bebia álcool. "Ele desmaiava no próprio vómito e perdia o controlo do corpo. Este homem perdeu o controlo dos movimentos intestinais e eu tinha de limpar o que ele sujava", revelou a atriz.

Nos próximos dias, os advogados de Amber Heard vão contestar as acusações com documentos que comprovam o abuso de substâncias por parte do ator.

Recorde-se que o ex-casal se conheceu nas gravações do filme "O Diário a Rum", em 2009, onde formavam, precisamente, um par romântico. Começaram a namorar em 2012 e casaram-se em 2015. No entanto, o casamento só durou 15 meses.

Relacionados

Patrocinados