EXCLUSIVO

Manuel Luís Goucha sobre o Natal: "O presente que compro para mim e para o Rui é sempre uma viagem"

O Natal já chegou ao "Você Na TV"

Manuel Luís Goucha aceitou o desafio da Selfie e respondeu ao nosso Quiz de Natal. O apresentador do "Você na TV" é um apaixonado por esta época tão especial.

1. Natal é...

... muitos cheiros. É a quadra que tem cheiros! Cheiro a canela, a azevinho, a aletria... Natal é cheiros e afetos!

2. Qual é a memória mais especial que guarda do Natal?

Sou uma permanente criança encantada pelo Natal. As memórias que guardo têm muito a ver com a feitura da árvore de Natal e do Presépio. A árvore de Natal parecia-me imensa, mas eu era criança. Era um período de grande encantamento. Hoje, quando faço, são árvores enormes!

3. O que é que costuma comer na noite de Consoada e qual o doce favorito? 

Gosto de todos os doces de Natal, mas nunca passo a noite de Natal em Portugal. É muito raro. Como consoante o país onde esteja a passar a noite de Natal. Uma coisa é certa: abomino a ideia de, numa noite tão mágica, comer a mais corriqueira das receitas de bacalhau. Gosto muito de outras coisas que também se encontram cá em Portugal, como o vinho quente com especiarias, que também se encontra noutros países, nomeadamente, nos mercados de Natal.

4. Quantos presentes costuma oferecer e quantos recebe?

Não ofereço presente algum. Há muitos anos que não gasto um cêntimo em presentes e também não recebo nenhum. Não estou nada preocupado com isso. O presente que compro para mim e para o Rui é sempre uma viagem.

5. Qual seria o presente ideal para si?

Não ligo nenhuma a presentes, mas o presente ideal para mim é aquele que a vida me tem dado: a concretização de todos os meus sonhos.

6. Costuma fazer a árvore de Natal, sozinho ou com ajuda?

É um ritual que faço sempre no dia 1 de dezembro, e que leva muitas horas. Tenho uma árvore com 15 anos, que é erguida ramo a ramo, até ao teto. Tem dois metros e muito. A árvore de Natal é vivida muito intensamente meses antes, porque começo a idealizar a decoração com antecedência. De vez em quando, recupero alguma da decoração de Natal de anos passados. Este ano, vou recuperar uns pompons e uns ramos de rosas de há 10 anos, que nunca mais foram utilizados. Tenho este ritual: sozinho e a ouvir música de Natal. Enquanto estou a fazê-la, vou bebendo a minha flute de champanhe e tenho uns ambientadores com cheiro de Natal, que, dia sim dia não, uso para pulverizar toda a árvore.

7. Até quando acreditou no Pai Natal?

Continuo a acreditar no Pai Natal! Há uma viagem que tenho adiada há 10 anos, que é ir à aldeia do Pai Natal, na Lapónia, e sei que ele está lá à minha espera.

8. Onde e com quem passa o Natal?

Este ano, o Natal vai ser em Viena. 

9. E o Presépio?

Faço sempre o Presépio no Monte, no Alentejo, e a árvore de Natal em Fontanelas, porque é uma casa diferente, mais urbana. O Presépio já o fiz e levou-me cinco horas a fazer.