Selena Gomez desabafa sobre noivado relâmpago de Justin Bieber

Igor Pires
Selena Gomez e Justin Bieber na Selfie
Confiante, Selena Gomez surge em biquíni
Selena Gomez com novo visual nos AMA's

A cantora Selena Gomez abriu o coração, numa entrevista a Ryan Seacrest, sobre o relacionamento de Justin Bieber e Hailey Baldwin.

Foi nesta semana que Selena Gomez lançou a música "Love You to Lose Me", que foi alvo de muitos comentários: afinal, para uma boa parte dos fãs da cantora, a letra do tema estava recheada de farpas para Justin Bieber. Recorde-se que Selena Gomez namorava com o intérprete de "Baby", a relação terminou em março de 2018 e, apenas dois meses depois, o cantor pedia em casamento a modelo Hailey Baldwin Bieber.

Entretanto, nesta quinta-feira, dia 24, Selena Gomez deu uma entrevista a Ryan Seacrest e desabafou sobre o noivado relâmpago de Justin Bieber, que terá motivado a escrita de "Love You to Lose Me". "Eu acho que pior do que lidar com uma separação é ver aquela pessoa, com quem estivemos há tão pouco tempo, já envolvida de uma forma tão séria noutro relacionamento", comentou Ryan Seacrest, citado pelo site da publicação "Elle". E Selena Gomez concordou com o apresentador.

"Essa é a parte mais infeliz naquilo que eu faço e no facto de ser famosa. Para mim, foi tudo muito verdadeiro, mas tenho a certeza de que foi apenas entretenimento para outras pessoas. Acho que me tornei imune a isso, e, além disso, seria estúpido da minha parte se eu não reconhecesse o que senti, porque seria pouco autêntico, e isso é tudo o que afirmo ser e fazer [ser autêntica]", afirmou a cantora.

"Sei que há milhares de pessoas, homens e mulheres, que já sentiram isto, e é extremamente real, e no meio das redes sociais e tudo, não interessa se estás na minha posição ou na da outra pessoa, vais sempre encontrar esse espaço negativo. É por isso que às vezes tenho de dar alguns passos para trás e concentrar-me apenas naquilo que estou a fazer", continuou Selena Gomez.

Veja o vídeo de "Love You to Lose Me, com a letra na íntegra.