Nova vida de Meghan Markle e do príncipe Harry nos EUA: voluntários em associação que apoia membros de gangues

A nova vida de Meghan Markle e do príncipe Harry nos EUA
Meghan Markle partilha vídeo inédito no dia em que Archie celebra 1.º aniversário
Descubra a alcunha pela qual Meghan Markle e o príncipe Harry tratam Archie
Meghan Markle faz visita surpresa a escola
Meghan Markle arrasa em vestido vermelho de 1500 euros e recebe onda de elogios!

Depois de terem abandonado as funções enquanto membros sénior da realeza, Meghan Markle e o príncipe Harry mudaram-se para os Estados Unidos.

A viver em Los Angeles, Meghan Markle e o príncipe Harry têm mostrado que estão envolvidos na comunidade e que querem continuar a desenvolver o papel de ativistas sociais.

Na terça-feira, dia 23, a ex-atriz e o filho mais novo da falecida princesa Diana visitaram a padaria da Homeboy Industries, para chamar a atenção para o programa de voluntariado #FeedHOPE. Esta é uma associação que desenvolve trabalho junto de pessoas que estiveram presas e envolvidas com gangues.

Os Duques de Sussex juntaram-se aos membros da associação e deixaram-se fotografar para as redes sociais da Homeboy Industries, de máscara e a trabalhar no café e na padaria, na preparação de alimentos, para distribuir pelos mais afetados pela pandemia de Covid-19.

Nas redes sociais, a organização partilhou fotos da visita e escreveu: "A nossa equipa ficou emocionada por trabalhar a seu lado, ajudando a preparar os alimentos e aprendendo mais sobre o recém-lançado programa #FeedHOPE, que emprega os participantes do programa, para fornecer refeições a idosos e jovens com dificuldades, em Los Angeles."

Já o padre Greg Boyle, diretor da associação, afirmou, em comunicado: "O duque e a duquesa de Sussex eram apenas 'Harry e Meghan' para os 'irmãos'. Eles arregaçaram as mangas e envolveram-se, profundamente, com os trabalhadores da padaria e do café. Foi uma ligação imediata e encorajadora na sua mutualidade."