Nacional

Jorge Jesus: "Qualquer coisa que se diga contra um negro é sempre sinal de racismo"

O treinador do Benfica, Jorge Jesus, comentou a interrupção da partida entre o Paris Saint-Germain e o Basaksehir, tecendo considerações que estão a gerar polémica.

Foi durante uma conferência de imprensa que Jorge Jesus, questionado sobre a mais recente polémica no mundo do futebol, teceu declarações que estão a gerar controvérsia.

No jogo do PSG e do Basaksehir, para a Liga dos Campeões, o jogador do PSG Webo lançou acusações de racismo ao árbitro, tendo mesmo abandonado o relvado.

Situação esta a que Jorge Jesus diz não ter assistido, não sabendo o conteúdo do que terá sido dito ao jogador lesado. Ainda assim, o treinado do Benfica decidiu comentar: "Hoje, está muito na moda isso do racismo. Como cidadão, tenho o direito de pensar à minha maneira. Só posso ter uma opinião concreta, se souber o que se disse naquele momento. Hoje, qualquer coisa que se diga contra um negro é, sempre, sinal de racismo, mas a mesma coisa a um branco já não é racismo."

"Está a implementar-se essa onda no mundo e, se calhar, até, houve racismo nas declarações, mas eu não sei o que disseram", sublinhou o treinador do Benfica, em resposta aos jornalistas.

Assista, agora, às declarações de Jorge Jesus, em vídeo.

Relacionados