urlvisit

Jorge Jesus emociona-se durante entrevista a Cristina Ferreira

Jorge Jesus emociona-se a falar dos pais
Jorge Jesus: «Eu tenho tanta vontade de vencer hoje como tinha quando comecei a minha carreira»
Jorge Jesus fala da mudança do Benfica para o Sporting
Jorge Jesus é surpreendido pelos amigos
Jorge Jesus: «Tenho a convicção que não vou acabar a minha carreira em Portugal»

Jorge Jesus foi o último convidado de Cristina Ferreira, na estreia de "Dia de Cristina".

Depois de ter recordado a infância com poucos recursos, Jorge Jesus emocionou-se. "Fomos habituados a partilhar o pouco que tínhamos, e os meus pais ainda levaram mais três para casa", contou o treinador, frisando: "Ensinaram-nos o que é o amor!".

Jorge Jesus falou, também, sobre a experiência de treinar um clube na Arábia Saudita e a relação com os jogadores. "Eu não sou um 'paizão', sou um treinador", salientou.

Estabelecendo um paralelo entre a transferência de Jorge Jesus, do Flamengo para o Benfica, e a sua ida da SIC para a TVI, Cristina Ferreira quis saber o que levou o treinador a aceitar a transferência. "Mudei, porque me sinto um treinador e não o treinador de um clube", explicou Jorge Jesus, recordando a época em que se transferiu do Benfica para o Sporting.

"Não queria que as pessoas pensassem que vinha para Portugal para me reformar", contou, ainda, o treinador, a propósito da duração do contrato que, inicialmente, pretendia que fosse "para um ano".

"O meu orgulho foi ter começado na terceira divisão e ter subido todos os escalões até chegar à primeira divisão", recordou o treinador, que confessou que lida bem com os memes e caricaturas que fazem dele.

Após ouvir algumas mensagens de amigos, Jorge Jesus emocionou-se, mais uma vez, depois de ouvir a declaração do irmão. "Os teus olhos brilham quando se fala dos teus", constatou Cristina Ferreira.

No final, Jorge Jesus assumiu: "Sossegado, nunca vou estar. Ainda tenho muitos projetos na minha cabeça. [...] Tenho a convicção de que não vou acabar a minha carreira em Portugal."