Famosos reagem à morte de Roberto Leal: "Um aplauso"

Igor Pires
Roberto Leal na Selfie
4 curiosidades que ninguém sabe sobre Roberto Leal
Roberto Leal luta contra um cancro
Roberto Leal recebe homenagem do filho
Roberto Leal deixa mensagem aos portugueses

O falecimento do cantor Roberto Leal, aos 67 anos, não deixou os famosos indiferentes.

Faleceu, neste domingo, dia 15, Roberto Leal. Foi o antigo secretário de Estado das Comunidades e da Administração Local, José Cesário, quem avançou com a notícia, através do Facebook.

“O nosso amigo, grande português no Brasil e no mundo, António Joaquim Fernandes, o grande Roberto Leal, acabou de falecer. A tristeza é enorme. Portugal e o Brasil estão de luto”, escreveu José Cesário.

Entretanto, alguns famosos já reagiram a esta triste notícia. No Facebook, João Baião partilhou uma fotografia do cantor. "Um aplauso", escreveu o apresentador na legenda da imagem. 

Flávio Furtado mostrou o seu pesar por esta perda. "Descansa em paz, meu Amigo Roberto Leal ❤ Marcinha, Rodrigo [filhos do cantor]... um beijo grande!, escreveu o apresentador, no Instagram.

"Um aplauso. Obrigado por tudo, Roberto!", escreveu Ruy de Carvalho.

Bruno Nogueira, que participou numa série de televisão com Roberto Leal, também prestou uma homenagem sentida ao cantor. "Ficamos todos a perder, quando perdemos o Roberto Leal. O Roberto era um homem bom, um homem puro, um amigo que fiz sem esperar, e que perdi antes de ser a hora justa para isso. Um dia disse-me: “não imaginas a felicidade que é poder brincar com a imagem que as pessoas têm de mim”. Rimos muito, conversámos muito, comovi-me inúmeras vezes com as suas declarações de afecto e generosidade.
Hoje fez-se fim, e a tristeza ganhou mais terreno do que esperava. Há pessoas que entram e fazem ninho, e nestes dias fazem-se mais vivas que nunca", começou por escrever o humorista.

"A mágoa do Roberto sempre foi sentir-se emigrante no Brasil e em Portugal. Hoje isso fica resolvido de uma vez por todas: o coração do Roberto Leal não cabe em dois países. E é uma pena ele não estar cá para ver isso", acrescentou Bruno Nogueira.

Tony Carreira relembrou quando teve um encontro especial com o artista: "Quando soube desta noticia a primeira coisa que me veio à memória foi o nosso encontro pedido por ele há mais de 15 anos. Este encontro era para ser breve e acabamos por passar o dia juntos! O motivo desse encontro era a possibilidade e a vontade de ambas as partes de um dia gravarmos um dueto, o que infelizmente acabou por nunca acontecer. Na banda onde toquei durante 10 anos antes de iniciar a minha carreira a solo foram muitas as vezes em que cantei muitas das suas canções. [...] Para lá do grande artista que ele foi sempre falou do orgulho que sentia pela sua terra natal. Foi sempre um senhor de respeito tanto na sua profissão como na sua vida pessoal. Fica para sempre a sua obra e as saudades de um ser humano maravilhoso". 

Do outro lado do Atlântico, o falecimento de Roberto Leal também foi sentido. "Os meus pêsames. Eu era fã desta doce criatura", lamentou, por exemplo, a cantora Roberta Miranda.

Recorde-se que Roberto Leal tinha 67 anos e lutava contra um cancro que lhe estava a ameaçar a visão.