A homenagem de João Baião a Agustina Bessa-Luís

João Baião e Agustina Bessa-Luís

A morte de Agustina Bessa-Luís abalou o país inteiro e João Baião foi uma das várias figuras conhecidas que fez questão de prestar uma última homenagem à escritora.

Foi nas redes sociais que o apresentador decidiu usar uma das célebres frases da própria Agustina Bessa-Luís, sob a forma de tributo.

"'Fim - o que resta é sempre o princípio feliz de alguma coisa.' Agustina Bessa-Luís 1922-2019", escreveu João Baião.

Recorde-se que a escritora morreu aos 96 anos e a triste notícia foi confirmada à TVI por fonte familiar. Agustina Bessa-Luís nasceu a 15 de outubro de 1922, em Vila Meã, Amarante, região onde passou a infância e a adolescência e que marcou a sua obra.

O primeiro romance que publicou foi "Mundo Fechado", em 1948, e, desde então, escreveu mais de meia centena de outros livros, além de uma carreira ligada ao jornalismo e ao Teatro. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

"Fim - o que resta é sempre o princípio feliz de alguma coisa." Agustina Bessa-Luís 1922-2019 🙏

A post shared by João Baião (@joaobaiaobaiao) on