Filho de Ágata condenado a seis anos e meio de prisão por violação de menor

Acusado de violação agravada de menor, Marco de Sousa Caneira, filho mais velho da cantora Ágata, foi condenado a uma pena de seis anos e seis meses de prisão.

O empresário, de 38 anos, foi julgado por violação agravada de menor no Tribunal de Ponta Delgada, nos Açores, num julgamento que decorreu à porta fechada.

O jornal "Açoriano Oriental" descreve que o crime remonta a 18 de setembro de 2016 e que terá acontecido nas instalações da freguesia de Nossa Senhora dos Remédios, na Povoação, enquanto decorria uma festa popular.

A jovem, então com 14 anos, afirmou que foi forçada a fazer sexo oral e sexo anal e que, dias depois, se dirigiu a uma unidade hospitalar para realizar um teste de gravidez, tendo sido uma enfermeira a fazer a denúncia que levou à investigação. 

Esta não é a primeira vez que Marco de Sousa Caneira enfrenta problemas com a justiça. Em 2014, foi condenado pelo Supremo Tribunal de Justiça a indemnizar em dez mil euros uma antiga namorada, depois de ter sido divulgado um vídeo íntimo do casal num site pornográfico.