urlvisit

Raquel Tavares responde a críticas: "Por favor, tentem entender"

Raquel Tavares na Selfie
Com Carolina Deslandes, Raquel Tavares volta a cantar e emociona: "Arrepiei-me"
Raquel Tavares no "Conta-me Como És"
Os melhores momentos de Raquel Tavares no "Dança Com As Estrelas"

A fadista sucedeu a Maria Botelho Moniz, no papel de repórter do programa conduzido por João Baião. Aproveitou a estreia para responder a críticas de que tem sido alvo.

"Não sei exatamente o que é que me espera, não sei se vou ter talento ou não para o fazer, mas estar contigo e poder partilhar contigo para mim já é tudo", disse, dirigindo-se ao, agora, colega, João Baião, por quem mostrou sentir uma grande admiração, um sentimento recíproco entre os dois amigos.

"Eu fui muito clara na mensagem que passei às pessoas que eu achei que devia dar uma justificação, às pessoas que gostam de me ouvir e que me acompanharam nestes últimos 28 anos", disse, referindo-se ao passado mês de janeiro, momento em que anunciou o afastamento aos palcos do fado.

Ainda que tenha esclarecido a decisão tomada, Raquel Tavares foi alvo de críticas que quis ver agora respondidas e escalrecidas: "A única coisa que disse foi que estava cansada de cantar, como profissional, de fazer concertos, andar na estrada, dos muitos quilómetros, de ter que gerir emoções que já não tinha porque estava muito cansada".

"Sobre o facto de ter dito que não gostava de ser uma figura pública, Raquel continua a afirmar que esse lado não é o que a deixa mais agradada. "Se eu gosto de ser uma figura pública? Não, é verdade que eu não gosto. Gosto de estar no Chiado mal vestida e de comer hambúrgueres, sujar-me toda e não estar preocupada se me estão ou não a olhar. Mas sei que é consequência do meu trabalho", continuou.

Raquel Tavares quer, assim, explorar outras oportunidades no campo artístico: "Vou continuar a ser figura pública, aceito. Mas já que tem de ser, então que esteja a fazer uma coisa nova que me motive e para que eu esteja com outra energia porque para cantar já não estava. E foi só isso que eu disse". 

"Por favor, tentem entender lá em casa. A todas as pessoas que estão focadas no facto de ter dito que não queria ser figura pública e que tinha ido chorar para a Cristina, não julguem logo, perguntem primeiro", disse. "Estou aqui, obrigada pelo convite. Gosto muito de comunicar com as pessoas, sou muito palhaça, no bom sentido, sou do bairro e gosto muito de ser do bairro. A única coisa que posso acrescentar é a boa disposição, de certeza. Se vou fazer bem ou não, não sei, mas vou aprender com quem aqui está", concluiu,