Instagram

Emocionada, Christina Marie, da "Casa dos Segredos", desabafa sobre aborto: "É desumano"

A ex-concorrente Christina Marie, da "Casa dos Segredos", confessa que já ultrapassou a dor psicológica. No entanto, a dor física tem sido mais difícil de lidar.

Foi na semana passada que Christina Marie anunciou que sofreu um aborto. "Anuncio, oficialmente hoje, que deixámos de ser 3 e passámos a ser 2 novamente", publicou Christina Marie, numa InstaStory.

Entretanto, na segunda-feira, dia 8 de junho, a ex-concorrente da "Casa dos Segredos" decidiu abrir o coração sobre o assunto, reconhecendo que este é um "tema sensível para as mulheres e que são poucas as que conseguem falar abertamente sobre isto".

"Quanto à dor psicológica, já ultrapassei, já estou bem comigo própria. A dor física tem sido mais difícil. Quero explicar-vos como tudo começou. Perdi o bebé, oficialmente, às dez semanas, mas penso que ele já não estava bem muito tempo antes. Hoje [segunda-feira, dia 8 de junho] faz oito dias que tive sangramentos. Quando aconteceram os primeiros sangramentos, liguei para a minha médica, expliquei-lhe a situação e, no mesmo dia, fui fazer a ecografia", começou por explicar.

"A minha médica de família ligou-me, após analisar a ecografia. Faltavam cinco minutos para ir trabalhar. Disse-me que não tinha completamente a certeza, mas que parecia que o bebé não se estava a desenvolver. Não tinha as medidas que um bebé de dez semanas deveria ter. Disse que, provavelmente, iria sofrer um aborto espontâneo. Mas que uma semana depois voltávamos a fazer uma ecografia para saber como é que estava, mas que seria um milagre o coração do bebé bater. Imaginem o choque que é", acrescentou

"Tive as minhas primeiras dores na quinta-feira [dia 4 de junho] e fui à urgência. Voltaram a fazer-me ecografia, fizeram-me análises ao sangue e não me deixaram sair do hospital, enquanto não me trouxeram os resultados. Veio uma ginecologista e disse-me, também, que eu, provalvemente, já estava a começar a ter um aborto espontâneo".

Após ter tido as primeiras cólicas - o que considera ter sido "muito difícil" -, Christina Marie afirma que, no dia seguinte, "já estava a sair qualquer coisa". "Só amanhã [dia 9 de junho] é que vou ter a certeza se estou completamente limpa", refere.

"Só espero que isto acabe depressa. Quero voltar a ter a minha vida normal, quero voltar a respirar", afirma, ainda, após reforçar que a dor física tem sido mais difícil do que a psicológica. 

Visivelmente emocionada, a companheira de Bruno Alexandre garante: "Nenhuma mulher devia passar por isto. Realmente, acho que é desumano".

Veja, agora, na íntegra, o desabafo de Christina Marie. 

Relacionados