"Big Brother": Tatiana Madureira fala sobre luta contra o cancro

A luta de Tatiana contra o cancro
Tatiana: «Se eu não fosse operada em dois dias morria»
Tatiana: «O Big Brother vai ser sempre a melhor experiência da minha vida»
Carlos: «A Tatiana aos meus olhos não tem defeitos»
Tatiana afirma que nunca se iludiu com a fama

Tatiana Madureira esteve à conversa com Fátima Lopes, no programa "A Tarde É Sua".

A ex-concorrente da quarta edição do "Big Brother" abordou a luta contra um cancro que travou, após sentir "uma dor de barriguita".

Tatiana referiu que decidiu ir às urgências, garantindo que nunca tinha sentido qualquer sintoma e que, na semana anterior, tinha ido ao ginecologista e estava "tudo bem".

"Eu tive o cancro no ovário", contou a Fátima Lopes, afirmando que preferiu não contar antes, porque tinha receio que as pessoas dissessem que não podia ser mãe devido à doença. "Implorei à minha mãe para não o dizer a ninguém. Sou de um meio em que há pessoas boas, mas também há pessoas muito más. A minha própria família paterna é muito má. Eles próprios diziam que eu nunca ia ter filhos", revela a mãe de Lucas, de um ano e meio.

Tatiana acabou os tratamentos em dezembro de 2013 e a melhor amiga morreu, de cancro, em fevereiro do ano seguinte. "Estava careca quando me fui despedir dela ao caixão. Eu careca e ela careca à minha frente. Foi muito complicado. Bati muito mal porque podia ter sido eu", confessou, emocionada: "Eu tinha medo de morrer. Eu não lido bem com a morte. Nem comigo nem com as minhas pessoas próximas, não lido bem com isso."

Tatiana Madureira revelou, ainda, que o marido, Carlos Machado, teve um papel fundamental na recuperação e descreveu o início da história de amor com um "pedido de namoro e casamento, ao mesmo tempo."

A fisioterapeuta recordou, também, emocionada, a passagem pelo reality show da TVI e afirmou: "O Big Brother vai ser sempre a melhor experiência da minha vida."

Veja, agora, os vídeo da conversa de Tatiana Madureira com Fátima Lopes.