Nacional

NOS Alive 2022. Da Weasel falam sobre concerto de regresso: "Um dos melhores momentos das nossas vidas"

Antes do concerto de regresso, no NOS Alive 2022, os Da Weasel estiveram à conversa com a imprensa e abordaram a expetativa por este momento único e falaram sobre um novo projeto.

Da Weasel - 4 e último dia do NOS Alive 2022
Da Weasel - 4 e último dia do NOS Alive 2022

"Um dos melhores momentos das nossas vidas". É desta forma que os Da Weasel classificam o concerto de regresso da banda, que acontece este sábado, dia 9, no NOS Alive 2022.

Para Carlão, este espetáculo representa "o fim de um ciclo": "Nunca fizemos uma despedida como deve ser, nem um último concerto. Representa muito, para nós, estarmos aqui, hoje. É o momento ideal. Estamos a tocar melhor os temas, agora, por incrível que pareça."

O vocalista da banda considerou, ainda, que é "gratificante" os Da Weasel continuarem a ser acarinhados pelo público, mais de dez anos depois do fim do grupo: "As músicas que fizemos há 20 ou 30 anos sobrevivem hoje em dia, o que não é uma tarefa fácil. O facto de a música passar o teste do tempo - que é o teste mais complicado - é muito bom. A minha filha, de sete anos, ouve músicas agora e 'curte' aquilo... É do caraças. Quer dizer que fizemos as coisas bem, porque a música mantém-se atual."

Carlão contou, também, que este promete ser um concerto intenso: "Amanhã, acredito que toda a banda vai estar em descompressão máxima. [...] Depois de dois anos e meio de ensaios, vamos para o palco 'dar tudo'."

Mas o final do concerto não é sinónimo de um fim das surpresas, para os fãs dos Da Weasel, já que, no começo de 2023, será lançada uma biografia autorizada sobre a banda de hip hop.

Note-se que, no decorrer da conversa com os jornalistas, cada um dos membros dos Da Weasel surgiram vestidos com uma camisola da Seleção Nacional, com o número 22 inscrito, uma homenagem da Federação Portuguesa de Futebol.

Na opinião de Álvaro Covões, diretor da Everything is New (responsável pelo festival), não há dúvidas: este é "o dia mais especial de todos": "Não é só porque vamos ter, 12 anos depois, os Da Weasel em palco. Trata-se de um dia histórico, porque uma banda nacional foi responsável por esgotar um dia do festival, já que os Imagine Dragons não estavam anunciados em 2020 [ao contrário dos Da Weasel, cujo concerto foi adiado para este ano, devido à pandemia Covid-19]."

Relacionados