urlvisit

"Casa dos Segredos": alvo de críticas e preconceitos, Juliana Dias responde aos ataques

Juliana recebe críticas preconceituosas devido à etnia do marido
Juliana apresenta a filha Penélope
Juliana é mãe a tempo inteiro por opção
Juliana Dias na SELFIE
Juliana Dias celebra 30 anos com visual excêntrico

Em conversa com Fátima Lopes, no programa "A Tarde É Sua", Juliana Dias, entre muitos outros assuntos, contou como lida com as críticas e o preconceito de que é, muitas vezes, alvo.

Após ter saído da casa mais vigiada do país, a ex-concorrente da "Casa dos Segredos" viu-se no centro de muita atenção e mediatismo e umas das coisas que mais chamou a atenção dos fãs foi a forma exuberante com que se vestia, bem como os procedimentos estéticos a que se submeteu no decorrer dos anos. 

Juliana Dias, de 31 anos, foi, assim, por diversas vezes alvo de inúmeras críticas e explicou que não atribui importância aos comentários negativos dos internautas: "Eu olho, viro-me para o meu marido e digo-lhe: ‘Estas pessoas não sabem de nada’".

"Críticas sobre a parte física não me chocam muito, porque são ideias. Tenho sempre uma autoestima muito elevada, graças a Deus. Desde nascença, desde que me conheço como gente. Eu era aquela menina a quem, na escola, chamavam de arame farpado, porque tinha aparelho nos dentes. Isso nunca me afligia. Sempre me vesti super diferente. Isso nunca me deitou abaixo. É a minha maneira de levar as coisas", continuou, explicando como enfrenta as críticas ao aspeto físico.

"Quando tive a menina, também me atacaram [...] A tua filha devia ter vergonha de ti. Quando ela nascer, vai ter vergonha de ti", relatou, dizendo que quando a filha, Penélope, de 2 anos, nasceu, tudo piorou.

As críticas não se cingem, apenas, ao aspeto físico. Juliana Dias diz que chega a ser alvo de preconceito, por ter um companheiro de etnia cigana: "O pai da minha filha é cigano. A minha filha é cigana. Os ignorantes deste país – desculpa, Fátima – acham que os ciganos só trabalham em feiras".

"Eu sei o que sou. A minha experiência e a minha história valem o que valem. Eu não preciso de falar muito para as pessoas perceberem aquilo que eu valho. […] O meu marido lida muito bem. Ele também é uma pessoa que sabe o que vale, sabe quem é e sabe a história dele, que não o envergonha. Muito pelo contrário", rematou.