Cláudio Ramos reage à gala do "Big Brother" marcada pela expulsão de Pedro Alves

Cláudio Ramos na SELFIE
«Big» elogia Soraia: «Acho que é uma pessoa que tem um coração extraordinário»
Ana Garcia Martins quer Pedro Alves fora do jogo
Pedro Alves «morre na praia»
Os looks de Cláudio Ramos no "Big Brother"

Como já é habitual, no rescaldo da última gala do "Big Brother", Cláudio Ramos recorreu às redes sociais, para refletir sobre a grande noite.

Cláudio Ramos voltou a partilhar uma publicação sobre a noite da passada gala do reality show da TVI. Desta vez, o apresentador do "Big Brother" começou por falar sobre o momento imediato ao fim da gala: "Nesta altura, vou cheio de adrenalina, o que me lixa o sono, e [sinto-me] vazio de quase tudo o resto."

"É estranha esta sensação de se fazer um programa cheio de gente, misturado de emoções, em que entregamos tudo e saímos vazios quando a luz se apaga. Nunca fiz teatro. Dizem-me muitos atores que acontece o mesmo, no palco, quando o pano desce. Eu fui sempre assim. Dou, no cenário, o máximo de mim e, depois, quando o programa termina, fica a sensação de ‘ninho vazio’", continuou.

"Como se a expetativa da preparação do que se imaginou para ele se esvaziasse nas três horas de emissão. Não sei se é bom ou mau. Sei que comigo funciona assim. Depois, quero apenas despir-me, descalçar-me e escutar silêncio. Demoro horas a adormecer... e, raramente, sonho nesta madrugada. Talvez porque terei sonhado tudo durante todas as outras madrugadas", concluiu.

Recorde alguns dos momentos que marcaram a gala.