TVI

Joana Cruz revela como descobriu cancro na mama: "Por acaso, passei a mão no peito"

Joana Cruz esteve à conversa com Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz e falou sobre com tem lidado com o diagnóstico de cancro na mama.

Joana Cruz falou sobre o diagnóstico de cancro na mama, durante uma conversa, por videochamada, com Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz, no programa "Dois às 10" desta quinta-feira, dia 21.

"Estava no sofá e estava a ver televisão e, por acaso, passei a mão no peito. Senti qualquer coisa e pensei: 'Isto não estava à aqui'", contou a radialista, explicando que decidiu, logo, fazer exames de diagnóstico.

Apesar de o resultado da biópsia ter sido animador e de o médico ter dado a indicação para esperar mais uns meses, antes de fazer novos exames, Joana Cruz contou que não ficou descansada e procurou um novo médico.

"Era um sítio onde não costumava ir, porque quis marcar à pressa. Depois, fui marcar onde costumo ir, porque não custa nada ouvir uma opinião, outra vez. No fundo, tinha uma vozinha no ouvido a dizer: 'Repete'. Deve-se fazer boas mamografias. Pelo menos, a mamografia quis repetir e foi aí que me disseram: 'Se calhar, isto não é um quisto'", explicou a locutora da RFM.

Depois de ter iniciado os tratamentos, a radialista contou aos apresentadores da TVI que está confiante e cheia de esperança: "Estou tão confiante e tão segura de que tudo vai correr bem que, para mim, é: vamos em frente."

A locutora da RFM explicou, ainda, como será o procedimento, daqui para a frente. "Há vários tipos de protocolo. Eu vou começar por 12 tratamos seguidos, uma vez por semana, e, depois, mais quatro tratamentos, creio que, depois, faça uma pausa e, depois, a cirurgia será avaliada. São os tais cinco meses de que eu falava. Neste momento, o plano é este. É isto que eu sei, para já", afirmou Joana Cruz, que agradeceu a onda de apoio e solidariedade que tem recebido: "Foi uma onda...  Às vezes, a pessoa nem sabe que tem tantas coisas boas à volta, e é o que acaba por acontecer nessas situações, em que ficamos inundados de amor, de esperança, de casos parecidos com os nossos."

Veja, agora, os vídeos com a conversa de Joana Cruz com Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz.

Relacionados