urlvisit

Maria Botelho Moniz e Cláudio Ramos trocam elogios nas redes sociais: "Anjo da guarda"

Apresentação dos novos programas de Manuel Luís Goucha, Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz
Maria Botelho Moniz confessa: «Fazer-lhe perguntas é muito estranho»
Cláudio Ramos abandona entrevista: «Se me permites, Maria, vou deixar-vos a conversar»
«Não somos coitadinhas, de todo»
Eis o vestido de Maria Botelho Moniz que levou fãs a ligarem para a TVI!

Cláudio Ramos elogiou a colega Maria Botelho Moniz, que viveu um momento emotivo ao receber uma convidada que ficou viúva aos 23 anos.

No programa "Dois às 10", Marta Lopes foi falar sobre a forma como lidou com a morte do marido, quando a convidada tinha apenas 23 anos e tinha acabado de ter um bebé há seis meses.

Perante a emoção do momento, Cláudio Ramos resolveu deixar Maria Botelho Moniz e a convidada a falarem a sós, visto que viveram dor semelhante, uma vez que a apresentadora perdeu o namorado, Salvador Quintela, em 2014, a poucos meses de o casal subir ao altar.

Mais tarde, nas redes sociais, o apresentador fez uma publicação a elogiar o trabalho da colega. "Na televisão, digam o que disserem, o que se impõe sempre é o superior interesse do espectador. É para ele que trabalhamos. Aqui estou eu a 'beber' as palavras da Maria e da Marta. Se não teve oportunidade de ver esta conversa, vá à sua box e veja. Faça como eu fiz. Seja espectador de uma bonita, esclarecedora e emotiva conversa entre duas mulheres que partilham a mesma dor e perceba a vida como ela pode ser. Mesmo que nos custe! Mesmo que lhes custe", escreveu Cláudio Ramos, na legenda de uma imagem que mostra o momento em que as duas mulheres conversaram.

O gesto do apresentador valeu-lhe rasgados elogios e a publicação soma quase dez mil "gostos".

Também, Maria Botelho Moniz usou o Instagram para agradecer o gesto de Cláudio Ramos e explicar o que sentiu durante a conversa com Marta Lopes.

"Hoje, o Cláudio pediu licença e levantou-se da sua cadeira. Achou que faria sentido deixar-me a 'sós' com a Marta, que vinha partilhar como viveu a viuvez aos 23 anos. Quando ele sugeriu que ficássemos apenas as duas, confesso que o meu estômago deu um flick flack e logo me apressei a perguntar-lhe se voltava se eu precisasse. A maneira como olhou para mim foi resposta suficiente", começou por confessar a apresentadora.

"A conversa aconteceu, a troca de experiências, de emoções, os pontos em comum e aqueles que vivemos de forma diferente. E ele ali ficou, longe mas ao lado, que nem anjo da guarda a assistir, não fosse eu cair. Aguentei-me, dentro do que isso possa querer dizer, e ele manteve-se no lugar de espectador. Mas sei que bastaria olhar para ele que viria a correr. Espero mesmo que ele saiba que, se um dia for eu a ter de o segurar, estarei lá que nem bombeira pronta para o resgatar. É só ele olhar para mim", rematou Maria Botelho Moniz.

Veja, agora, os vídeos com a emotiva conversa de Maria Botelho Moniz com Marta Lopes, que ficou viúva aos 23 anos.