urlvisit
EXCLUSIVO

Vítor Norte regressa à TVI em "Festa é Festa": "Estou no paraíso!"

Vítor Norte na SELFIE
Estreia de "Festa é Festa"
Apresentação da novela "Festa é Festa" à imprensa
As primeiras imagens da novela "Festa é Festa"
Apresentação da novela "Festa é Festa"

A SELFIE esteve à conversa com o ator Vítor Norte, que está de regresso à TVI para dar vida ao taxista Manuel, na novela "Festa é Festa".

O que nos pode contar acerca do senhor Manuel?
Em traços gerais, este senhor Manuel é um taxista, na aldeia, portanto, requisitado a toda a gente. Faz serviços a toda a gente, faz recados… Tenta sobreviver, como nós todos! [risos]

Está de regresso à TVI, está contente com este desafio?
Eu gosto muito de desafios, sempre gostei. E esta coisa de saltar de canais… as pessoas têm os seus trabalhos, falta num lado, há no outro. Eu estou num canal, visto a camisola não do canal, mas do trabalho que estou a fazer, dou tudo o que posso. Se estou noutro, dou tudo o que posso, também. Sou um profissional. Agora, onde há trabalho, estou. Para já, gosto muito deste elenco, é tudo pessoal novo, acho que sou o mais velho de todos. Já andei a ver se encontrava alguém mais velho, mas não. Depois, são pessoas interessadas. Estamos num projeto novo de humor. Conheço a maior parte das pessoas e as que não conheço são simpaticíssimas, cheias de talento e estou cheio de curiosidade em ver o que isto vai dar. 

Qual está a ser o maior desafio?
O maior desafio tem sido fazer omeletes sem ovos, porque o meu papel é: entro, digo umas graças vou-me embora. Depois, na outra semana, vou lá outra vez. Portanto, é um papel muito simples, mas que me dá muito prazer e que me deixa, também, ter tempo para fazer cinema e outras coisas de que eu gosto. 

Em que outros projetos está envolvido, de momento?
Acabei, agora, o filme "Invadidos", do Bruno Gascon. O Bruno é um realizador que, com o outro filme que fizemos, ganhou dois prémios em Barcelona. Tenho outro filme para fazer no próximo mês e como tenho um papel pequeno, dão-me sempre espaço para ir podendo fazer outras coisas. Portanto, estou no céu, no paraíso! [risos]

Poder trabalhar nesta altura de pandemia Covid-19...
É maravilhoso! Mas faço sempre uma ressalva de que tenho sorte, porque já estive desempregado muitas vezes na minha carreira. Tenho uma carreira longuíssima e já estive anos sem trabalhar, mas esta crise afetou a todos. Espero que isto passe e incomoda-me que colegas meus estejam a passar menos bem. 

Por que motivo as pessoas não podem perder a novela "Festa é Festa"?
Acho que as pessoas não devem perder tudo o que é novidade, não se devem agarrar a determinados canais, e, se gostarem, então, que nos vejam, porque é um prazer trabalhar e ser visto!