Entrevistas

José Condessa e Mauro Jesus, filho de Jorge Jesus, lançam projeto

A SELFIE esteve à conversa, em exclusivo, com o ator José Condessa e Mauro Jesus, filho do treinador Jorge Jesus, sobre o projeto que lançaram, recentemente.

Chama-se "AMEN" e, segundo os criadores desta bebida, Mauro Jesus, filho do treinador Jorge Jesus, e José Condessa, trata-se de "uma nova forma de beber amêndoa amarga".

A SELFIE esteve à conversa, em exclusivo, com ambos, para perceber como tudo começou.

"Tudo começou em 2019. Estávamos no Brasil, eu a gravar a novela ['Salve-se Quem Puder', da Globo], e conheci o Mauro, que estava lá a viver, na mesma altura [quando Jorge Jesus treinava o Flamengo, do Rio de Janeiro], e criámos uma amizade", começou por nos contar o ator, de 25 anos.

"O Mauro revelou que gostava muito de amêndoa amarga, tal como eu, mas, acima de tudo, que tinha vontade de que esta bebida passasse a ser, também, uma coisa mais jovem. Em que tivéssemos, de certa forma, orgulho de a colocar em cima da mesa e consumir. Sentimos que, muitas vezes, a amêndoa amarga era uma coisa discriminada, bebida, quase, às escondidas. Uma coisa que facilmente se associa a pessoas mais velhas, às ditas tascas", continuou.

"A ideia do Mauro foi a de fazer um produto bom, que não fosse tão doce, algo que se pudesse beber, regularmente, com outras formas, misturas e, até, em cocktails. Agora que a bebida já existe, temos muito orgulho na nossa garrafa, que é moderna e apelativa. Pode vir a ser um candeeiro, por exemplo", terminou.

Mauro Jesus, o grande mentor do projeto, revelou-nos, entretanto, que a "ideia surgiu há muito tempo". "Houve uma pessoa que me fez habituar que, depois das refeições, a amêndoa amarga era a desculpa perfeita para, simplesmente, em vez de se sair da mesa, assim que terminasse a refeição, ficar mais tempo, a falar de coisas aleatórias. Uma desculpa perfeita para que o convívio perdure", contou o jovem.

"Comecei, então, a pensar que seria engraçado conseguir criar uma amêndoa amarga menos doce. E, depois, por que não torná-la numa bebida internacional? Já andava a pensar nisso há muito tempo, só que não tinha avançado. No Brasil, eu e o Zé demo-nos muito bem, passámos muito tempo juntos. Partilhei com ele este meu projeto e ele disse: 'Vamos arrancar com isso, quando chegarmos a Portugal'", recordou Mauro Jesus.

O projeto arrancou, oficialmente, em abril deste ano e a bebida "AMEN" já se encontra "em mais de 40 restaurantes de Lisboa".

Quando questionado se Jorge Jesus gosta da bebida, o filho do treinador foi claro. "Gosta! Mas não bebe bebidas brancas, num provou um vodka, whisky, não é de álcool... bebe o seu vinho, ao almoço e jantar, mas fica por aí", respondeu, acrescentando: "Quando pensei neste projeto, ainda não estava com o Zé, o meu pai disse-me: 'É um projeto de álcool, por que é que me tens de meter nisso? Não tenho nada a ver com isso. Arranca tu e faz o teu caminho sozinho'. Passado algum tempo, ele viu que isto estava a dar muito trabalho, que eu estava, realmente, a investir muito tempo nisto e ele começou a ficar curioso. Começou a tentar perceber e a ajudar-me com certos restaurantes. Ele provou e disse: 'Nunca bebi uma bebida branca na vida, tinha de ser o meu filho a meter-se num negócio de álcool para que, aos 60 e tal anos, começasse a beber isto. Mas olha que isto é muito bom e, se eu gosto, qualquer pessoa gosta'. Hoje em dia, dá-me um apoio gigante, tal como o Zé e a família dele".

E será que o nome do produto está, de certa forma, ligado ao apelido de Mauro? "Faz sentido, nunca vou fugir dessa ligação, mas não foi por isso. Desconstruí a palavra amêndoa e amen é o que dizemos para fechar uma oração. Basicamente, a bebida é para fechar uma boa refeição e para dar como certo aquilo que acabámos de comer", rematou.

Relacionados