EXCLUSIVO

Pedro Teixeira reabre espaço no Algarve: "Grande parte do meu verão vai ser aqui"

Pedro Teixeira reabre espaço no Algarve: "Grande parte do meu verão vai ser aqui"
Cristina Ferreira e Pedro Teixeira na reabertura do "Jardim na Villa"
Caras conhecidas na reabertura do "Jardim na Villa"
Sofia Ribeiro no "Jardim na Villa"

A Selfie não quis perder a festa de reabertura do espaço de Pedro Teixeira, "Jardim na Villa", e, como não podia deixar de ser, falou com o ator sobre esta grande festa.

"Gosto de arriscar e de ir às coisas de cabeça. Não é só estes espaço, há coisas que faço fora da TVI, fora da minha profissão. [...] A fase de criar as coisas é a melhor fase, para mim, porque, depois de estar a andar, perdes um bocado o gosto. Mas eu gosto disto. [O "Jardim na Villa"] está um bocado diferente do ano passado. O ano passado já foi muito bom. Chegámos a ter, aqui, cerca de duas mil pessoas, numa noite. As pessoas divertem-se, temos música ao vivo e o que acontece é que, relativamente ao ano passado, nós fizemos algumas alterações. Temos um restaurante novo cá dentro... E esse envolvimento é o que realmente 'dá pica'", explicou Pedro Teixeira, a propósito do seu "lado empresarial".

E para quem nunca visitou o espaço, Pedro dá todas as razões para por lá passar: "É um espaço muito bonito. É para vir, aqui, até às 02:00 horas, mais ou menos. Quem não se quiser chatear muito, está aqui a jantar, pode beber um copo, pode estar, aqui, a divertir-se com os amigos, e é isso que procuramos fazer aqui."

Quanto às caras conhecidas que marcaram presença nesta sexta-feira, dia 20, Pedro garante que, neste verão, somos capazes de as encontrar mais vezes: "Há algumas caras conhecidas e amigos nossos que acabamos por ver, aqui, no 'Jardim na Villa'. Até porque mês de agosto é um mês em que está cá muita gente no Algarve, de férias, e este é, sem dúvida, um espaço obrigatório de vir, à noite, aqui, no Algarve"

"Os nossos amigos apoiam-nos em todos os momentos e, nestes, não podiam faltar. Alguns, infelizmente, não vão poder estar. Outros, vão chegar muito mais tarde, mas todos acabam por vir: se não é hoje, é amanhã. Acabam, sempre, por vir dar um abraço e desejar que corra tudo bem", acrescentou.

"Normalmente, não vou para trás do bar. mas sou o picuinhas [...] Se há um guardanapo que voou do bar, e eu vejo-o, eu apanho-o. Estou no controlo, mas nas coisas pequenas", concluiu, garantindo que, naturalmente, irá passar "grande parte do verão" no "Jardim na Villa", um dos seus "sítios favoritos".