No Instagram

Isabel dos Santos faz nova publicação e revela pormenores do funeral do marido, Sindika Dokolo

Sindika Dokolo, marido de Isabel dos Santos, morreu, aos 48 anos, na passada quinta-feira, dia 29 de outubro, no Dubai.

Quase uma semana após a morte trágica de Sindika Dokolo, Isabel dos Santos partilhou uma mensagem, nas redes sociais, com os detalhes das cerimónias fúnebres do marido.

"A nossa família agradece a todos pelo apoio que nos têm dado, que tem sido crucial para nos ajudar a suportar esta dor. Tem sido muito difícil aceitar esta perda inesperada e as vossas palavras enchem o nosso coração", começa por agradecer a empresária angolana, na legenda de uma imagem de Sindika Dokolo.

"Em memória de Sindika Dokolo, junte-se a nós em oração. A cerimónia em homenagem à sua vida será no dia 5 de novembro de 2020, às 16:00 horas, no Jumeirah, Dubai", anuncia a filha do ex-presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, continuando: "A missa fúnebre de Sindika Dokolo será realizada na Catedral de Westminster, Igreja Católica Romana, em Londres, Inglaterra, no dia 17 de novembro às 10:30 horas."

Dado que o marido de Isabel dos Santos era originário do Congo, haverá, ainda, lugar para uma cerimónia naquele país, no Museu Nacional do Congo, em Kinshasa, no dia 17 de novembro às 9:00 horas, bem como outra em Angola, país de onde é natural Isabel dos Santos, na mesma data e horário, em Luanda.

Recorde-se que Sindika Dokolo morreu, aos 48 anos, na passada quinta-feira, dia 29 de outubro, no Dubai, vítima de uma embolia pulmonar, quando praticava mergulho.

O empresário e colecionador de arte e a filha mais velha de José Eduardo dos Santos eram casados há 18 anos e tinham quatro filhos em comum.

Dois dias após a morte do marido, Isabel dos Santos prestou-lhe uma homenagem, no Instagram, declarando-se a Sindika Dokolo. "És o amor da minha vida. És o amor das nossas vidas", escreveu a empresária, na legenda de um vídeo, que apresenta uma retrospetiva da vida de Sindika Dokolo.

Veja, agora, o vídeo dessa retrospetiva da vida de Sindika Dokolo.

Relacionados