Internacional

Taylor Swift faz desabafo: "As mulheres são mantidas num padrão de beleza ridículo"

A cantora Taylor Swift quebrou o silêncio sobre a sua batalha contra um distúrbio alimentar.

  • 26 jan 2020, 03:02
Igor Pires

Foi na quinta-feira passada, dia 23, que estreou no Festival de Sundance o documentário "Miss Americana", da Netflix, que se centra na vida e carreira de Taylor Swift.

Um dos temas em destaque no filme é a relação da cantora, de 30 anos, com a comida. “Não é bom, para mim, ver fotos minhas todos os dias… Isto aconteceu algumas vezes, e não tenho orgulho disso. [Houve momentos em que vi] uma foto minha em que parecia que a minha barriga estava muito grande, ou alguém que disse que parecia que eu estava grávida… e isso leva-me a passar fome – apenas paro de comer", revela Taylor Swift nesse documentário, citada pelo site "Variety".

Em declarações exclusivas a esse portal, a intérprete de "Me!" contou quando começou a sentir-se constrangida com a sua aparência: "Lembro-me de quando tinha 18 anos, foi a primeira vez em que fui capa de uma revista e a manchete era: ‘Grávida aos 18?’. [...] E foi porque estava a usar algo que fez a minha parte inferior do estômago parecer mais saliente".

“Eu adoro as pessoas como a Jameela Jamil. [uma atriz e ativista britânica] A maneira como ela fala sobre a imagem corporal… Se ouvirem as palavras dela sobre as mulheres, a imagem corporal, o envelhecimento e a maneira como as mulheres são tratadas na nossa indústria e retratadas nos média... A maneira como ela fala e o que ela diz fica na minha cabeça e acalma-me. Porque as mulheres são mantidas num padrão de beleza tão ridículo", acrescentou,

Recorde-se que "Miss Americana" tem estreia mundial na Netflix agendada para 31 de janeiro. Veja, agora, o trailer do documentário, no vídeo. 

Relacionados