urlvisit

Viúva de Sean Connery revela como foram os últimos dias do "eterno James Bond"

Sean Connery na SELFIE
Sean Connery: recorde a vida e a carreira do "eterno James Bond"
Sean Connery morre aos 90 anos
Sean Connery, o primeiro agente 007, faz 90 anos

Sean Connery morreu, no passado sábado, dia 31, e a mulher revelou como foram os últimos dias do ator.

Micheline Roquebrune, viúva de Sean Connery, revelou como foram vividas as últimas horas do "eterno James Bond". A viúva do ator referiu que, apesar da demência, o ator "morreu em paz".

Em declarações ao jornal britânico The Mail on Sunday, Micheline Roquebrune contou, ainda, que a doença teve "efeitos muito negativos" na personalidade de Sean Connery, de 90 anos.

"Pelo menos, morreu enquanto dormia e foi tranquilo. Estive sempre com ele. Simplesmente, apagou-se... tal como ele queria", declarou a pintora francesa, que casou com o ator escocês, em 1975.

Depois, aquela que foi a segunda mulher de Sean Connery, acrescentou: "Era uma pessoa magnífica e tivemos uma vida maravilhosa. Vai ser muito difícil viver sem ele. Mas não poderia viver eternamente e foi-se em paz."

Recorde-se que Sean Connery, que se tornou conhecido como James Bond e ganhou vários prémios, como um Óscar, dois Bafta e três Globos de Ouro, morreu no passado sábado, dia 31, aos 90 anos, anunciou a BBC.

Sean Connery ficou mais conhecido pela interpretação de James Bond, tendo sido o primeiro ator a levar o papel para o cinema e aparecendo em sete dos filmes da saga 007.

Outros filmes de Sir. Sean Connery foram "A Caçada ao Outubro Vermelho", "Indiana Jones e a Última Cruzada", "O Rochedo" ou "O Nome da Rosa".