Internacional

Anitta revela que foi violada aos 14 anos: "Fiquei a olhar para a cama cheia de sangue"

Anitta revelou que foi vítima de uma violação quando era adolescente, no primeiro episódio da série documental "Anitta: Made In Honório", na Netflix.

Estreou a série documental "Anitta: Made In Honório", na Netflix, esta quarta-feira, dia 16, e, no primeiro episódio, a cantora brasileira surpreendeu ao revelar que foi violada quando tinha apenas 14 anos.

Em lágrimas, Anitta contou que foi violada por um rapaz com quem se relacionava na adolescência. "Quando eu tinha 14 para 15 anos, conheci uma pessoa, de quem tinha medo. Ele era autoritário comigo, falava de forma autoritária. Não sei, eu era diferente quando era adolescente, não era do jeito que sou, hoje em dia", começou por contar a cantora, antes de revelar como aconteceu o abuso sexual.

"Falei que não queria mais, mas ele não ouviu. Ele não falou nada. Ele só seguiu, fazendo o que queria fazer. Quando ele acabou, ele saiu, foi abrir uma cerveja, e eu fiquei a olhar para a cama cheia de sangue", descreveu Anitta, que assumiu que, durante muito tempo, se culpou pelo que aconteceu.

"Faz muito pouco tempo que parei de achar que isso é culpa minha. Faz muito pouco tempo que parei de achar que causei isso para mim. Sempre tive medo do que as pessoas iam falar. 'Como ela pode ter sofrido isso e, hoje, ser tão sexual, ser tão aberta?'. Não sei. O que sei é que peguei isso que vivi e transformei numa coisa para me fazer sair por cima, para me fazer sair melhor", afirmou a cantora brasileira, de 27 anos.

"Para todos vocês que se perguntam de onde nasceu a Anitta, nasceu daí. Nasceu da minha vontade e necessidade de ser uma mulher corajosa, que, nunca, ninguém pudesse machucar, que, nunca, ninguém pudesse fazer chorar, que, nunca, ninguém pudesse magoar, que, sempre, tivesse uma saída para tudo. Foi daí. Criei essa personagem aí", finalizou Anitta, cujo nome verdadeiro é Larissa de Macedo Machado.

Veja, abaixo, o trailer da série documental.

Relacionados