No Instagram

Arnold Schwarzenegger está de luto: "Vou sentir, sempre, a tua falta"

Foi na página de Instagram que Arnold Schwarzenegger, de 72 anos, lamentou a morte de um grande amigo, Franco Columbu.

"Franco, tu ouviste-me dizer que não gosto quando as pessoas me chamam de homem que se fez sozinho. Tu até me ouviste dizer que fazes parte do motivo pelo qual eu nunca aceitaria esse rótulo. Mas eu queria que tu soubesses o porquê. Desde o minuto em que nos conhecemos em Munique, tu foste o meu 'parceiro de crime'. Ajudámo-nos um ao outro, competimos um com o outro e rimo-nos em cada momento, ao longo do caminho", assim começou por recordar aquele que se tornou o melhor amigo. 

"Quando, finamente, cheguei à América, estava sozinho. Deixei a minha família, o meu país, toda a minha vida para trás. Por isso, quando pedi ao Joe Weider para te levar para treinares comigo, era porque sabia que não seria a mesma coisa sem o meu melhor amigo. Podia ter êxito sem dinheiro, sem os meus pais, mas não conseguia ter êxito sem ti. Hoje, estou destroçado. Mas também estou muito grato pelos 54 anos de amizade e de alegria que partilhámos. Crescemos, aprendemos e amámos. A minha vida foi mais divertida, mais colorida e mais completa por tua causa", acrescentou.

"Vou sentir, sempre, a tua falta. Mas também sei que uma parte de ti vive em mim, na Debbie, na Maria [esposa e filha de Franco] e nos milhões de pessoas que tu inspiraste todos os dias da tua vida. E eu estarei sempre lá para a Maria e para a Debbie, para que possas descansar em paz. Gosto muito de ti, Franco. Vou lembrar-me sempre da alegria que tu trouxeste à minha vida, dos conselhos que me deste e do brilho nos teus olhos que nunca desapareceu. Tu eras o meu melhor amigo", concluiu. 

Veja a publicação, com imagens dos dois amigos, abaixo.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Franco, You’ve heard me say that I don’t like when people call me a self-made man. You’ve even heard me say that you’re part of the reason I could never accept that label. But I wanted you to know why. From the minute we met in Munich, you were my partner in crime. We pushed each other, we competed with each other, and we laughed at every moment along the way. When I finally got to America, I was alone. I’d left my family, my country, my whole life behind. So when I asked Joe Weider to bring you to train with me, it was because I knew I wasn’t the same without my best friend. I could thrive without money, without my parents, but I couldn’t thrive without you. I am devastated today. But I am also so, so grateful for the 54 years of friendship and joy we shared. The pumps, the chess games, the construction work, the meals, the pranks, the life lessons - we did it all together. We grew and we learned and we loved. My life was more fun, more colorful, and more complete because of you. I will always miss you. But I’ll also know that a part of you lives on in me, in Debbie, in Maria, and in the millions of people you inspired every day you lived. And I will be there for Maria and Debbie, so you can rest now with no worries. I love you Franco. I will always remember the joy you brought to my life, the advices you gave me, and the twinkle in your eye that never disappeared. You were my best friend. Love always, Arnold

A post shared by Arnold Schwarzenegger (@schwarzenegger) on

Relacionados