urlvisit

Conhecida a sentença dos donos do automóvel conduzido por Angélico Vieira no fatídico acidente

Angélico Vieira em imagens
Rita Pereira: «Foi quando o Angélico morreu que a minha cabeça mudou»
Goucha recebe um presente de Angélico Vieira
Você na TV: Amigos e familiares falam de Angélico
Recordar Angélico Vieira

Oito anos após o fatídico acidente, foi conhecida a sentença dos donos do automóvel conduzido por Angélico.

Augusto Fernandes, o dono do stand de automóveis acusado de falsificar a assinatura de Angélico Vieira num contrato de compra e venda do carro que o cantor conduzia na noite em que sofreu o fatídico acidente, e a ex-mulher conheceram esta sexta-feira, dia 22, a pena que lhes foi atribuída.

A sentença foi lida no Tribunal de Matosinhos e condenou o ex-casal a dois anos de pena suspensa, por falsificação de documentos.

Augusto Fernandes e a ex-mulher foram absolvidos dos crimes de burla qualificada e de abuso de confiança. 

Recorde-se que Angélico Vieira perdeu a vida aos 28 anos, na sequência de um grave acidente de viação,  na madrugada de 25 de junho de 2011, quando seguia ao volante de um BMW 635, na A1.