Flávio Furtado: "Depois, queixam-se que são muito assediadas"

Georgina com um corpo escultural
Jessica Athayde publica uma foto escaldante
Flávio Furtado na Selfie
Flávio Furtado e "as mulheres da sua vida"
Flávio Furtado de férias em Itália

Foi durante a habitual rubrica "Crónica Social", do programa "Você Na TV", que Flávio Furtado comentou as publicações de algumas mulheres que expõem o corpo e que se queixam das repercussões.

A conversa começou com a recente publicação de Jessica Athayde nas redes sociais, na qual a atriz surge nua. Em relação a esta fotografia, Flávio Furtado sublinhou que compreende, acima de tudo, que as pessoas sejam livres de fazerem o que entendem, e defendeu que vivemos numa época em que estas fotografias geram mais "gostos", o que ajuda a que as famosas a receberem propostas de marcas. 

No entanto, Flávio Furtado confessou que há determinadas publicações que não compreende, nomeadamente, a última publicação de Georgina Rodríguez, já que esta não precisa de ganhar mais seguidores, ou mais "gostos" nas redes sociais.

"Esta miúda tem milhões de seguidores. [...] Podem chamar-me de conservador ou arrasar-me, é a minha opinião, vale o que vale. Questiono o porquê de uma senhora 'casada', mãe de filhos pôr [estas] fotografias", explicou.

Pimpinha Jardim não concordou com a opinião do comentador, e Flávio acrescentou: "Há coisas que se fazem na intimidade".

Numa relação, Flávio Furtado confessou que não gostaria que a sua cara-metade publicasse este tipo de conteúdo: "Não acharia piada que pusesse fotografia nas redes sociais semi-vestido".

Para explicar o seu ponto de vista, o comentador usou como exemplo amigas e colegas de trabalho que se queixam de receber fotografias íntimas de seguidores, quando, essas mesmas mulheres, publicam fotografias semi-nuas: "Depois, queixam-se que são muito assediadas".

Acompanhe o site do programa AQUI.