Ana Arrebentinha: "O meu pai largou-me a mão e foi embora... Ficaram coisas por viver"

2 out 2020, 10:00

Convidada da rubrica SELFIE SEM FILTROS, Ana Arrebentinha abriu o coração e recordou o pai, que morreu, vítima de um AVC, quando a comediante tinha apenas 20 anos.

"Quando o meu pai morreu, claro que fiquei revoltada, porque foi uma coisa de repente. O meu pai falou comigo num sábado, no domingo morreu e, de repente, é uma chapada. Eu vejo essa imagem como quando tu és pequenina, dás a mão ao teu pai e à tua mãe, e alguém te larga a mão. Foi o que eu senti, naquele dia. Ele largou-me a mão, a mim e aos meus irmãos, e foi....", começou por recordar Ana Arrebentinha.

VEJA MAIS