TVI

"Big Brother Famosos". Vanessa Silva recorda relação homossexual: "Houve um certo preconceito. Não foi bonito"

Na gala do passado domingo, dia 20, a concorrente do "Big Brother Famosos 2" Vanessa Silva aceitou o desafio de desenhar a curva da vida, recordando os momentos mais felizes - e os mais tristes - por que já passou.

Ao recordar - de forma emotiva - alguns dos momentos mais importantes da sua vida, Vanessa Silva falou sobre os dois casamentos.

Foi aos 18 anos que a cantora conheceu o primeiro marido, Eduardo Marques. "Já tinha noção de que, se calhar, o que se passava dentro da minha casa não era muito normal", afirmou. "Achei que as coisas iam mudar, mas não mudaram", acrescentou.

Entretanto, ao interpretar um dos papéis mais importantes do seu percurso profissional - a protagonista no musical FAME, entre 2008 e 2009 -, Vanessa Silva passou, também, por uma transformação, a nível pessoal: "Conheci alguém que me fez perceber que o meu casamento, efetivamente, não dava mais, porque me apaixonei."

"A minha decisão foi terminar o meu casamento e ficar com esta pessoa, que era do sexo feminino [...]. Então, as pessoas viram-me casada tanto tempo com um homem que, depois, houve um certo preconceito. Não foi bonito [...]. Continuo a amar essa pessoa, incondicionalmente. Havia amor a mais", considerou a cantora.

O ano de 2010 foi especialmente difícil para Vanessa Silva, que enfrentou alguns problemas de saúde. Foi nessa altura que a concorrente do "Big Brother Famosos 2" conheceu o segundo marido, o bailarino Pedro Bandeira. O casamento terminou, em 2016, por vontade do bailarino. "Foi complicado, porque não estava à espera [...]. Acho que as pessoas, quando casam, casam, para sempre. Portanto, para mim, falhei, outra vez", assumiu.

"Todas estas falhas foram, se calhar, propositadas para eu, agora, ter isto que eu tenho, que é o Miguel", refletiu Vanessa Silva, referindo-se a Miguel Amorim, com quem namora há dois anos.

Nesta curva da vida, a artista recordou outra fase menos boa: o falecimento do irmão, em 2012, vítima de um desastre de automóvel. O familiar de Vanessa Silva tinha, apenas, 19 anos. "Todos os dias, morri um bocadinho", desabafou.

Mais recentemente, em 2019, a cantora sofreu outra perda: o pai. Vanessa Silva recordou que o progenitor teve a saúde deteriorada, a partir do falecimento do filho, e, entretanto, desenvolveu um quadro de demência e de Parkinson. "Foi uma degradação muito rápida e eu não estava cá [...]. Acho que ele foi em paz e é em paz que nós devemos estar", completou.

Veja, agora, o vídeo da curva da vida de Vanessa Silva.

Relacionados